analise-swot

3 de setembro de 2020

Análise SWOT: o que é, como fazer, passo a passo + exemplos práticos

A Análise ou Matriz SWOT é uma ferramenta de gestão que integra na sua metodologia quatro fatores essenciais para reforçar o planejamento estratégico, o posicionamento de produto e a análise da concorrência. Além disso, auxilia no diagnóstico do ambiente interno e externo nas organizações.

Os conceitos da Matriz FOFA é muito famoso dentro da Gestão Empresarial, por beneficiar os processos e orientar a empresa na tomada de decisões. Acompanhe nesse artigo tudo sobre Análise SWOT para utilizar dessas estratégias ao máximo. Leia mais!

O que é Análise SWOT ou Matriz FOFA?

A Análise SWOT também conhecida como Matriz SWOT, ou em português, Análise FOFA ou Matriz FOFA foi Criada por Kenneth Andrews e Roland Cristensen, professores da Harvard Business School. Essa ferramenta estuda a competitividade e planeja o futuro de uma organização.

O termo SWOT significa Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Oportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças), por isso a tradução tem o acrônimo de FOFA. Através destas quatro variáveis, é possível analisar as forças e fraquezas da empresa, além das oportunidades e ameaças do meio em que a mesma atua.

Então, para a empresa se manter competitiva a longo prazo, é necessário que os pontos fortes estejam alinhados com os fatores críticos de sucesso, que satisfazem as oportunidades de mercado, durante toda a sua Gestão Estratégica.

Os 4 quadrantes da Matriz SWOT

A Análise SWOT é uma ferramenta bem prática e simplificada, recomendada principalmente para quem está realizando o Planejamento Estratégico, já que ajuda no posicionamento e verificação da empresa. Com a matriz, é feito a análise do ambiente e cenário do seu ramo de atuação.

Entenda agora detalhadamente os conceitos da Análise SWOT a partir dos seus quadrantes:

Strenghts (Forças)

Neste quadrante, é necessário destacar todas as forças, vantagens internas e pontos fortes da empresa. Aqui vamos identificar as qualidades da organização em relação ao mercado. Exemplos:

  • No que a sua empresa se destaca?
  • Quais os diferenciais dos produtos?
  • Quais as maiores vantagens competitivas?

Weaknesses (Fraquezas)

Já neste quadrante, é importante responder sobre as principais desvantagens internas. Informe as fraquezas que podem prejudicar a empresa de forma clara e sincera. Como:

  • Os processos são confiáveis?
  • E quais são as falhas nos processos?
  • Há problemas no produto ou serviço que impactam negativamente a organização?

Opportunities (Oportunidades)

As oportunidades são as forças externas que podem influenciar de forma positiva a organização, as vantagens em potencial de crescimento e competitivas. É crucial para a empresa conhecer as oportunidades de mercado. Alguns fatores que precisam ser respondidos:

  • Quais as possibilidades no mercado que permitiriam um crescimento da organização?
  • Há algo que você pode explorar que pode ser favorável ao seu negócio?
  • Existe alguma política pública ou evento cultural que possa se beneficiar?

Threats (Ameaças)

Aqui são estabelecidas as desvantagens e que podem comprometer de forma negativa os potenciais competitivos organizacionais. As ameaças devem ser observadas com atenção para não prejudicar os resultados da empresa. Alguns exemplos de perguntas que devem ser respondidos:

  • E o que pode vir a influenciar negativamente a empresa?
  • Há alguma questão pontual, sazonal, de legislação, que não favorece os negócios?
  • Algum concorrente entrando ou prejudicando o nosso mercado?

matriz_swot

Ambiente interno x externo da Análise SWOT

É importante pensar que o ambiente interno determina as forças e fraquezas da organização, e o ambiente externo permite identificar oportunidades e ameaças. Dividindo-as em duas óticas temos:

Ambiente interno

Por ambiente interno identificamos tudo o que está no controle da empresa, podendo ela modificar essa condição. Exemplos são a análise das forças e das fraquezas da organização, fatores que são internos e gerenciados.

A partir do diagnóstico desses fatores é possível torná-los pontos fortes e tomar ações para corrigir ou evitar que a empresa sofra consequências negativas.

Ambiente externo

E ambiente externo são os fatores que a empresa não tem controle. Exemplos são a análise de oportunidades e ameaças da companhia, tudo que não é controlado diretamente.

Atuar ativamente em relação a esse ambiente é uma oportunidade para conhecer as maiores ameaças do cenário e poder reduzir os riscos, impedindo de atingir negativamente os resultados da empresa.

Análise SWOT no reconhecimento de mercado

Quando vão lançar um produto, traçar uma estratégia ou ainda elaborar um Plano de Ação, os gestores devem realizar o reconhecimento do ambiente interno e externo de sua organização. Por isso, as empresas devem realizar avaliações da Análise SWOT.

A Matriz FOFA tem como objetivos principais focar nas ameaças e oportunidades do negócio a ser avaliado. Bem como, elaborar um inventário das fraquezas e forças internas da organização, possibilitando desenvolver e fixar uma estratégia eficaz.

Contudo, a ferramenta ajuda no processo de decisão, evidenciando-a e tornando-a mais clara e objetiva. Permitindo o início da ação, de forma que as pessoas envolvidas na decisão tenham uma abordagem qualitativa, enquanto os resultados financeiros oferecem uma abordagem quantitativa.

Passo a Passo de como criar uma Análise SWOT

Existem 5 etapas básicas para colocar em prática a Matriz, saiba agora como fazê-la na sua empresa. Veja só:

1. Ter uma lista de gestores e pessoas chave da organização

Para realizar a análise, são colhidas opiniões de pessoas chave, para levantar questões importantes para a organização. Isso se deve ao fato de que se supõe que as metas e os objetivos de uma empresa estão contidos na mente das pessoas que fazem parte dela. Sendo assim, utiliza-se de técnicas como brainstorming, com a finalidade de levantar e formular o maior número de ideias possíveis para compor a estratégia da empresa.

2. Desenvolver entrevistas individuais

As entrevistas são realizadas com os gestores e pessoas chave da organização com o intuito de levantar todas as informações relevantes para o processo. Nesta fase, as informações já devem começar a ser separadas e avaliadas sob o ponto de vista da empresa como sendo oportunidade, ameaça, ponto forte ou ponto fraco.

3. Organizar as informações

Logo que forem colhidas, as informações devem ser organizadas por meio da Matriz SWOT, que proporciona uma estrutura aos dados. Dessa forma, durante a avaliação das pessoas entrevistadas, todas as situações relevantes da empresa serão colocadas em discussão, separadas em pontos fortes (características positivas) e, pontos fracos (tudo o que for visto como negativo).

Enfim, com relação aos fatores extrínsecos, tudo o que for considerado como vantajoso para os futuros objetivos ou operações da empresa são as oportunidades e, o que for considerado negativo, será caracterizado como ameaça.

4. Priorizar as questões

Todas as ideias fornecidas pelos gestores e pessoas chave durante as entrevistas deve ser listadas em ordem com relação à prioridade com relação às outras. Assim é realizado o feedback para todas as pessoas envolvidas. Algumas técnicas como GUT (Gravidade, Urgência e Tendência) podem ser muito úteis nessa fase, com o intuito de definir a postura estratégica da empresa: sobrevivência, desenvolvimento, manutenção, crescimento.

5. Definir as questões-chave

Após realizar a estruturação da matriz e colocar as ideias em ordem de prioridade, pode-se estabelecer o que deverá ser realizado. Ou seja, todas essas análises são realizadas com o envolvimento dos gestores e pessoas chave. Feito isso, deve-se definir a estratégia que será realizada pela organização para alcançar os objetivos da empresa dentro de um determinado período de tempo.

Qual o objetivo da Análise SWOT

O objetivo da Análise SWOT é revelar vantagens competitivas, analisar as perspectivas, preparar-se para futuros problemas e possibilitar o desenvolvimento de planos de contingência.

Assim sendo, esta análise começa com o estabelecimento de um objetivo definido e termina com um resumo das forças a serem mantidas, desenvolvidas ou incentivadas; fraquezas a serem solucionadas; oportunidades a serem priorizadas, apreendidas ou construídas; e ameaças a serem combatidas, minimizadas ou administradas.

O Método Z na Matriz SWOT

Com isso, após toda análise realizada dos ambientes interno e externo, sugiro o tratamento de sua análise, com a utilização do método Z na Análise SWOT.

Onde inicia-se o tratamento com as ameaças, transformando-as em oportunidades para a empresa ou produtos/serviços, através de melhorias, e seguindo-se para as fraquezas, transformando-as também em Forças.

Dessa forma, este método lhe dará a vantagem de um tratamento mais organizado e plausível em suas ações e mudanças, reduzindo com isso a margem de erros nas tomadas de decisão.

Exemplo prático da aplicação da Análise SWOT

Como exemplo, podemos citar uma empresa fictícia do ramo alimentício, referência quando o assunto é chocolate. Fundada na década de 1980. ela atua na produção de chocolates, oferecendo produtos de qualidade a um custo acessível. Os produtos dessa Marca seguem um padrão de base europeia, sendo elaborados com ingredientes selecionados.

A empresa busca expansão da marca, sendo assim, elaborou um sólido plano de Marketing, pensando sempre em inovar e preocupando –se com as oportunidades e ameaças presentes no mercado. Logo, a Marca utiliza seus pontos fortes a seu favor, e visa melhorar seus pontos fracos para que assim, seu crescimento seja sólido, atendendo a demanda do mercado.

A Franquia de Lojas de Chocolate sempre está em busca de um tradicional posicionamento frente a seus consumidores, apresentando características inovadoras em seus produtos, e conservando suas caraterísticas artesanais tradicionais. Então, o Objetivo da empresa é ascender o número de clientes ampliando cada vez mais o índice de consumidores de chocolates.

Definições estratégicas para produtos/serviços utilizando a SWOT

Sendo assim, tal planejamento utilizando a Análise SWOT, pode ser estratégico, de marketing ou de lançamento de um produto ou serviço que, normalmente, envolve o entendimento de alguns itens, tais como:

  • Definição de público alvo;
  • Posicionamento da marca;
  • Mix de Marketing (4Ps do Marketing: Produto, Promoção, Praça, Preço);
  • Definição de objetivos e metas;
  • Estratégias de marketing.

7 formas de como utilizar a Matriz SWOT

Para utilizar a matriz para lançar um produto ou serviço, sugerimos os seguintes passos:

  1. Definição do produto ou serviço que vai ser lançado;
  2. Aplicação da Análise SWOT (pré-lançamento);
  3. Realização de mudanças a partir de insights;
  4. Lançamento do Produto ou Serviço;
  5. Acompanhamento (Feedback de clientes, pesquisa de satisfação e mensuração do NPS – Net Promoter Score);
  6. Nova aplicação da Análise SWOT;
  7. Realização de mudanças a partir de novos insights.

Com tudo, a utilização da FOFA, é etapa indispensável para qualquer planejamento estratégico a ser realizado. Pois é onde, de fato, ocorrem as análises de suma importância que darão suporte às futuras ações. Sejam elas para potencialização das forças e das possíveis oportunidades, ou para diminuir os impactos causados pelas fraquezas, e precaver possíveis ameaças.

Conclusão

Enfim, a partir da SWOT, as empresas podem desenvolver sua atuação de forma mais segura e prática, conseguindo inovar diante de um mercado cada vez mais competitivo. O uso dessa ferramenta fortalece a marca diante da concorrência, auxilia no planejamento estratégico e na melhoria de resultados.

Em conclusão, para que o seu planejamento se torne ainda mais eficiente, recomendamos nossa Planilha gratuita sobre Plano de Ação. Esperamos que com nosso material você consiga mais agilidade para a sua gestão!

Gostou desse artigo? Compartilhe.