Desdobramento de metas: o que é e como fazer?

Avatar photo Rebeca Rohr | 30 de novembro de 2022

O desdobramento de metas divide as metas em várias tarefas para cada nível hierárquico da empresa.

desdobramento-de-metas

Esse desdobramento é importante para garantir o controle e a correta execução da estratégia de metas definida no planejamento.

Isso porque transforma os objetivos organizacionais em ações práticas para alcançar os melhores resultados e garantir o sucesso do negócio.

Então se você quer saber o que é desdobramento de metas e aprender como fazer na prática com 3 métodos mais utilizados no mercado, continue lendo!

Neste conteúdo você encontra:

  • O que é desdobramento de metas?
  • A importância do desdobramento de metas
  • Objetivos estratégicos, táticos e operacionais
  • Metodologias de desdobramento de metas
  • 5 passos para fazer o desdobramento de metas

O que é desdobramento de metas?

As metas são baseadas no planejamento estratégico organizacional, repassadas para cada setor e desdobradas para cada área, equipe e pessoas.

O desdobramento de metas leva os objetivos estratégicos para o nível prático com o estabelecimento das ações que precisam ser realizadas para alcançar os resultados esperados.

Só para ilustrar, podemos entender esse desdobramento como como um mapa que mostra como chegar ao destino com um caminho bem claro e definido.

Desse modo, os colaboradores de todos os níveis hierárquicos conseguem identificar seu papel durante a execução do planejamento de metas e sabem exatamente o que precisa ser feito para contribuírem com o crescimento da empresa.

Afinal, os melhores resultados são conquistados de forma coletiva quando todos unem esforços para alcançar o mesmo objetivo.

Portanto, o desdobramento de metas é um processo que transforma o que foi planejado em realidade, uma vez que organiza a execução da estratégia por meio do alinhamento e operacionalização dos objetivos organizacionais.

A importância do desdobramento de metas

O desdobramento de metas é um procedimento essencial para as empresas que almejam mais eficiência e foco no alcance de resultados, já que oferece os seguintes benefícios:

Clareza

O desdobramento de metas faz com que os objetivos aspiracionais se tornem mais palpáveis, uma vez que os traduz para cada nível hierárquico e fornece aos colaboradores uma visão mais clara do que efetivamente precisa ser feito no curto, médio e longo prazo para alcançar aquele objetivo.

Alinhamento

Da mesma forma, garante tanto que haja um alinhamento entre a estratégia organizacional e as tarefas do dia a dia quanto entre os setores e áreas, já que faz com que todos trabalhem de forma coordenada e caminhem no mesmo sentido visando um objetivo em comum.

Comprometimento

Sem dúvidas, o desdobramento estimula um maior comprometimento dos colaboradores com suas metas e uma maior motivação na execução de suas tarefas. Afinal, cada profissional sabe exatamente o que a empresa espera dele e qual é a sua contribuição e responsabilidade em relação ao alcance de objetivos.

Avaliações mais eficientes

Além de tudo, também oferece um parâmetro mais preciso para avaliar o desempenho de profissionais de todos os níveis hierárquicos com base em sua contribuição para o alcance dos objetivos do negócio.

Cultura de melhorias contínuas

O desdobramento de metas fomenta a cultura de melhorias contínuas na empresa, já que possibilita a identificação de problemas durante o processo para corrigi-los rapidamente antes que prejudiquem o alcance dos objetivos.

Tomada de decisões assertiva

O desdobramento de metas também ajuda a basear as decisões em fatos e não apenas em experiências pessoais ou achismos, o que garante uma maior assertividade nas ações e diminui o risco de uma gestão a partir de vieses cognitivos.

Objetivos estratégicos, táticos e operacionais

Segundo Vicente Falconi, um dos maiores especialistas em gestão que desenvolveu o método do “cascateamento de metas”, o desdobramento se divide em duas importantes dimensões de gestão: tática e operacional.

Isso significa que os objetivos estratégicos precisam ser desdobrados em objetivos táticos e operacionais para garantir que todas as pessoas colaborem com o crescimento saudável da organização. Entenda mais sobre cada um deles a seguir:

Objetivos estratégicos

Os objetivos estratégicos se relacionam com o MVV (missão, visão e valores da empresa) e traduzem o que o negócio almeja a longo prazo.

No entanto, esse tipo de objetivo é mais abrangente, uma vez que é usado como base para o planejamento estratégico. Por isso, é importante desdobrar esses objetivos mais amplos em táticos e operacionais para torná-los mais específicos.

Exemplo de objetivo estratégico: aumentar a satisfação dos clientes.

Objetivos táticos

Os objetivos táticos se referem ao que é necessário executar para que os objetivos estratégicos sejam cumpridos no médio prazo, já que suas ações variam de um a três anos e são direcionadas a uma área específica da empresa.

Exemplo de objetivo tático: garantir que os clientes sejam atendidos em 24 horas.

Inclusive, algumas metodologias podem ser usadas de apoio para começar a traçar os objetivos táticos relevantes para a empresa, como 5W2H e Ciclo PDCA.

Objetivos operacionais

Os objetivos operacionais têm como característica as entregas de curto prazo e ações de rotina com duração de três a seis meses. Eles são mais específicos e palpáveis e, por isso, também mais simples de acompanhar e analisar.

Cada objetivo operacional deve ter determinado os responsáveis, o prazo de entrega e o método a ser utilizado.

Exemplo de objetivo operacional: adotar um sistema de separação de pedidos.

Metodologias de desdobramento de metas

Algumas metodologias dão suporte ao desdobramento de metas e podem potencializar o processo de definição de estratégia, confira a seguir as mais utilizadas:

OKRs (Objective and Key Results)

A metodologia OKR (Objetivos e Resultados-Chave) estabelece um conjunto de ações inter-relacionadas que contribuem para o alcance das metas gerais. Os Objetivos são descrições qualitativas dos resultados desejados, enquanto os Resultados-Chave são indicadores que definem o alcance de cada objetivo.

O desdobramento de metas se torna muito mais prático com a estrutura oferecida pelo OKR que possibilita a identificação das ações fundamentais para atingir os Objetivos e o monitoramento dos resultados.

Balanced Scorecard (BSC)

A ferramenta BSC é outro método de medição de resultados que auxilia a alinhar a estratégia organizacional às tarefas operacionais por meio de indicadores de quatro diferentes perspectivas do negócio.

Por serem abrangentes, esses indicadores são utilizados para traçar e organizar os os objetivos organizacionais para desdobrá-los em metas claras para todos os colaboradores

Gerenciamento pelas Diretrizes (GPD)

Como o próprio nome já fiz, o GPD é outra ferramenta que tem como proposta gerenciar as diretrizes da empresa desdobrando os grandes objetivos em metas de forma prática.

O GPD considera o futuro da empresa como prioridade e é focado na qualidade das atividades para promover uma cultura de melhoria e aprendizado contínuo. Assim, alinha todos os níveis hierárquicos.

5 passos para fazer o desdobramento de metas

Agora que você já sabe a teoria, que tal entender como fazer o desdobramento de metas na prática? Confira os 5 passos da metodologia Falconi a seguir:

1. Entenda a cadeia de valor do negócio

Primeiramente, é preciso entender a cadeia de valor da sua empresa. Ou seja, as atividades essenciais que agregam valor à sua organização e que dão mais suporte ao seu serviço.

Assim, fica mais claro visualizar quais processos são fundamentais para as entregas de valor e identificar quais indicadores mensurar para avaliar de fato a performance da empresa.

2. Defina os indicadores de desempenho

O segundo passo é fazer o mapeamento de quais serão os indicadores de desempenho utilizados para mensurar os resultados de cada meta.

Nesse sentido, determine o que é essencial de ser medido e gerenciado para alcançar os resultados esperados.

3. Construa a árvore de indicadores

Faça a relação de causa e efeito entre cada ponto a ser mensurado para entender o impacto de cada meta sobre as demais e como elas impactam na performance da empresa.

4. Alinhe e associe as metas

As metas devem estar alinhadas aos objetivos estratégicos e, é claro, associadas às metas financeiras da empresa. Essa relação pode ser feita já na construção da árvore de indicadores.

5. Identifique as lacunas

É claro que para definir metas eficazes é preciso identificar os pontos de melhoria com base em análises e dados e não em achismos.

Afinal, dessa forma o desdobramento de metas será muito mais assertivo e possibilitará resultados efetivamente positivos para que as empresas atinjam a alta performance e alcancem o sucesso.

É válido lembrar também que as metas desdobradas devem ser atingíveis para não causar frustração e desmotivação nos colaboradores.

Conclusão

Portanto, realizar o desdobramento de metas é essencial para que os objetivos estratégicos sejam realmente alcançados. Afinal, cria um alinhamento entre todos os níveis hierárquicos da empresa e garante que todas as pessoas estejam concentrando seus esforços na mesma direção.

E se você quer tornar o processo de desdobramento de metas muito mais fácil e prático, invista no software OKR da Mereo!

A plataforma viabiliza um processo automatizado e ágil de gestão e desdobramento de metas para você implementar a estratégia de forma eficaz e obter os melhores resultados. Clique aqui e saiba mais sobre as nossas soluções!

plataforma mereo

Artigos relacionados

Faça parte da nossa comunidade e receba conteúdos valiosos no seu e-mail.

     

    Solicite agora uma demonstração.

    Preencha os campos ao lado para agendar uma demonstração da nossa plataforma.