alinhamento_estrategico

26 de março de 2021

Alinhamento estratégico: o que é, importância e como fazer nas empresas

O conceito de alinhamento estratégico pode ser entendido por consistir em unir a visão de todas as áreas da empresa. Ou seja, todos os envolvidos no negócio precisam estar em busca do mesmo objetivo e estar motivados para alcançá-lo.

Neste sentido, o alinhamento estratégico também é caracterizado pelo foco da empresa na execução do planejamento estratégico de forma dinâmica, comprometida e efetiva. É fundamental ter estratégias e uma comunicação bem definida para ajudar durante todo o processo com sua equipe.

Afinal, os altos alcances de desempenho não estão ligados somente com o seu faturamento ou com os altos volumes de novos consumidores e usuários que adquirem seus produtos ou serviços.

Enfim, tudo tem ligação direta com o seu ambiente interno e em como os seus funcionários estão se sentindo. Então, confira só nosso post blog para entender melhor sobre este assunto e em como fazer na prática este processo da gestão estratégica!

O que é alinhamento estratégico

O alinhamento estratégico nada mais é do que a unificação da missão, visão e valores de todos os lideres e liderados dentro da empresa. E o objetivo disso é justamente alinhar os sonhos e ambições do colaborador com a empresa, com o desafio de deixar o comportamento dessa parceria ainda mais produtiva.

É desenvolver uma cultura da qual todos os seus funcionários vão se identificar com a sua marca, com seu propósito e irão seguir em conjunto para a busca de melhores resultados. E a intenção no final é tornar a gestão cada vez mais efetiva.

Afinal, para alcançar uma boa estrutura organizacional dentro da empresa, é necessário que todos os seus colaboradores estejam motivados e cientes dos valores e dos objetivos que foram criados, da qual é a razão de sua existência.

7 sinais de que sua empresa precisa realizar o alinhamento estratégico

Existem algumas formas de identificar os possíveis indícios que sua equipe precisa do alinhamento estratégico. Para te ajudar a identificar todos eles, confira abaixo os 7 principais sinais!

1. Desmotivação da equipe

Existem muitas causas que podem levar a desmotivação dos funcionários, alguns dos fatores mais comuns são: falta de reconhecimento, acúmulo de tarefas e prazos curtos, salários não equivalentes com as funções executadas e má gestão.

E, quando essas insatisfações profissionais são acumuladas, podem variar a intensidade de desmotivação de cada um dos colaboradores. Por isto, fique atento a sua forma de liderança, incluindo a gestão empresarial também.

2. Queda de resultados

O funcionário que demonstra uma queda de produtividade pode ser por estar se sentindo desanimado, então ele apresenta mal desempenho e as vezes ele se encontra desorganizado com todas as suas tarefas, pode incluir também cansaço físico e emocional e falta de confiança.

Tudo isso e outros fatores podem desencadear que seu colaborador não esteja produzindo mais tanto quanto ele costumava inicialmente. Ter um indicador de desempenho pode te ajudar na hora de desenvolver um novo planejamento na estrutura do alinhamento de sua empresa.

3. Processos mal desenhados

É causado pela sobrecarga de seus funcionários, que estão trabalhando em um ritmo mais acelerado do que deveria, que estão tendo hora para chegar, mas não tem hora para sair do escritório. Isso é uma das causas de maior estresse e afeta a eficiência do seu colaborador.

Isto pode acontecer quando sua estrutura de gestão ou seu planejamento está mal construído. Por isto, é necessário estar ciente sobre o volume de trabalho para cada um de sua equipe e verificar com eles o andamento dos processos.

4. Ausência de colaboração

Os funcionários querem se sentir parte de um todo e não apenas executar sua tarefa específica na sua área de atuação. Neste sentido, incentivar a cooperação é um fator importante, para não ocorrer a ausência de colaboração.

Afinal, para chegar em um objetivo comum é necessário a contribuição de todos. Um exemplo disto é: a promoção de exercícios que incentivam a colaboração, saber ouvir as sugestões de ideias de cada um e realizar reuniões de acompanhamento.

5. Descomprometimento com os outros

Se seu funcionário está apresentando sinais de falta de comprometimento no trabalho, dificuldade em se relacionar com os outros, perdendo o vínculo emocional com a empresa e não se sente parte daquele lugar, é muito provável que seja por isso.

Fique atento aos sinais de descomprometimento da sua equipe, pois pode aumentar as taxas de rotatividade e é possível perder talentos por conta disto.

6. Falta de comunicação interna

Esse é um erro cometido por grande parte de gestores que não estão desempenhando muito bem a parte humana na hora de lidar com seu time.

Quando não existe reuniões gerais e individuais para ouvir sua equipe, possíveis situações que poderiam ser evitadas acontecem.

Ter dinâmicas e confraternizações podem ser essenciais para deixar sua equipe mais alinhada. Lembre-se: reuniões eficazes são necessárias para sua equipe se manter produtiva!

7. A ausência de cultura corporativa

O foco da empresa deve estar ligado diretamente no relacionamento entre as pessoas. A contratação por identificação dos funcionários com a sua marca é necessária para trazer resultados mais positivos, pela pessoa ter as mesmas convicções que a sua empresa.

Esse tipo de desenvolvimento pode ser implantado nos funcionários já contratados também, a partir de reuniões para lembrar do propósito, da missão e dos objetivos que foram desenvolvidos para a existência na instituição.

A importância do alinhamento estratégico

Quando seus funcionários tem valores pessoais semelhantes com o seu negócio pode ter certeza que os seus resultados serão melhores, pois o tempo que essa pessoa passa no período de trabalho será mais produtivo. Por isso, é importante deixar sempre alinhado os profissionais com a organização.

Em soma, é necessário ter esse planejamento estratégico para não haver conflitos internos com os colaboradores ou eventuais desacertos com a empresa. Sejam eles de níveis estratégicos, táticos ou operacionais.

Neste sentido, quando as pessoas se sentem parte da organização, o compartilhamento de valores se desenvolve e a longo prazo é mantido o comprometimento com toda a equipe.

Esses processos devem ser desenvolvidos e estruturados a partir do período de contratação, que ao começar sua jornada na empresa o trabalhador será fundamentado com os princípios da sua marca, desenvolvendo valor e formando a cultura da empresa.

Como fazer o alinhamento estratégico na empresa

Primeiramente, é necessário alinhar todos os pontos do planejamento com o time. Assim, todos estarão no mesmo ponto de partida, trabalhando em conjunto em busca do mesmo objetivo, mas com uma função específica e dentro da sua realidade.

Mas o alinhamento já começa desde o processo seletivo, sendo crucial identificar o fit cultural daquele profissional e identificar se condiz com o que a empresa busca. Desta forma, é mais natural o desenvolvimento de todos.

  • Incentivar e motivar todos os colaboradores, fazendo com que eles se sintam especiais e valorizados dentro da organização;
  • Estabelecer metas e objetivos possíveis de alcançar no período de tempo determinado;
  • Premiações e bônus para os funcionários que se dedicar e garantir a execução das estratégias de planejamento da empresa;
  • Rotina que funciona em sintonia com toda a equipe, estando aberto a alterações futuras para não ter ninguém sobrecarregado.

Lembre-se também que o bem estar de seus funcionários deve ser sempre levado em consideração, pois está relacionado com o seu desempenho e motivação no trabalho.

Enfim, é necessário estar constantemente fazendo autoanálises para saber o que pode ser melhorado no ambiente de trabalho para que todos estejam alinhados e demonstrando que querem dar o seu melhor.

Em conclusão, gostaríamos de recomendar nosso post blog sobre Balanced Scorecard (BSC). Com este material você entenderá como esta estratégia está integrada ao alinhamento estratégico e como fortalecer sua equipe em todos os níveis da empresa.

Gostou desse artigo? Compartilhe.