cultura-organizacional

29 de outubro de 2020

Cultura Organizacional: o que é, como implementar e como fortalecer

A Cultura Organizacional pode ser caracterizada como uma série de normas, valores e atitudes que guiam o comportamento e os hábitos de todos os colaboradores. Ou seja, é uma estratégia de posicionamento de mercado que define a identidade da empresa, sendo usada como diferencial competitivo.

Com um ambiente positivo e que tenha valores bem definidos, é possível ter maior motivação no trabalho, concorda? Por isto a cultura organizacional é tão importante. Já que ela é como um guia para uma convivência social harmônica.

Entenda ao longo deste post o que é cultura organizacional, os seus tipos, como implementar e sua importância dentro do RH estratégico. Confira!

O que é Cultura Organizacional?

Cultura organizacional, empresarial ou também conhecida como cultura corporativa nada mais é do que a forma de conduzir os negócios por meio de um conjunto de comportamentos, que deve refletir internamente em todos os funcionários.

A cultura é uma forma não escrita e informal de orientar a maneira de se comportar, entretanto ajuda a definir a missão e a elaborar os objetivos da empresa. Por isto, é necessário alinhá-la com as ações esperadas por todos. Com uma cultura consistente, é possível usá-la também como diferencial competitivo.

Além disto tudo, a cultura interna é a identidade organizacional, do qual representa a maneira de pensar, agir e se comportar em geral. E ela começa desde quando um novo colaborador chega na empresa e é apresentado ao onborading.

Por que a Cultura Organizacional é importante?

A cultura organizacional é importante para a gestão estratégica de pessoas no RH, principalmente por desenvolver diretrizes para a empresa. Além disto, auxilia os funcionários nos objetivos e valores organizacionais.

Contudo, a cultura reflete a ética e moral da empresa, orientando o caminho a ser seguido e preparando a organização para o futuro. Veja só os principais benefícios para as empresas:

Fortalecimento da imagem

Valorizar o capital humano está ligado diretamente à cultura organizacional. Pois uma empresa que cuida dos seus talentos oferece oportunidades de desenvolvimento e incentivos colaborativos.

Desta forma, é possível ter uma imagem positiva dentro e fora da companhia, já que este posicionamento ajuda tanto os talentos quanto a relação com o público.

Aumento da produtividade

Pelo fato dos colaboradores se sentirem em um bom ambiente de trabalho, seu desempenho aumenta. Afinal, os profissionais sentem que tem maior liberdade para expressar novas ideias e opiniões, além de ter maior motivação para se dedicar as metas.

Uma cultura saudável e positiva motiva os colaboradores e auxilia no desenvolvimento deles em conjunto com a própria empresa. Já uma cultura pobre ou desorganizada pode causar problemas com a produtividade, rotatividade e até absenteísmo da equipe.

Alinhamento da equipe

Quando há um alinhamento entre o time, os colaboradores entendem exatamente qual postura ter dentro da organização, com uma comunicação padronizada em todos os níveis hierárquicos. Este alinhamento reduz a má conduta e proporciona um ambiente saudável e engajado para todos.

Atrai e retêm talentos

A cultura bem estruturada atrai potenciais talentos e ao mesmo tempo diminui os esforços da Gestão de Pessoas em reter os profissionais. Afinal, os colaboradores querem estar em uma empresa do qual se identificam com a cultura.

Agilidade nos processos

Quando se tem uma cultura sólida, os processos se tornam mais ágeis e naturais. Já que todos sabem exatamente o que fazer e como agir em determinada situação. Logo, os esforços para consertar eventuais problemas são mínimos e o autogerenciamento é maior.

Inclusive, a cultura organizacional pode ser mostrada por um iceberg, confira a figura abaixo:

iceberg-da-cultura-organizacional

iceberg da cultura organizacional

Qual a diferença entre Clima e Cultura Organizacional?

A diferença entre as duas é que a cultura engloba o propósito, as ações e os valores para guiar a organização ao seu objetivo. No clima organizacional, a visão vem dos funcionários em relação ao ambiente de trabalho, além de conter benefícios, remuneração, qualidade e estrutura da empresa.

No entanto, um tende a complementar o outro. As ações da companhia condizem com a cultura divulgada, já o clima tente a ser o melhor quando o colaborador sabe o que esperar da empresa.

Contudo, é fundamental ter transparência e padronização destes dois conceitos para não aparecer problemas de credibilidade da empresa, acarretando na baixa dos níveis de satisfação, produtividade e engajamento do time.

Quais os tipos de cultura existem nas empresas?

Saber sobre as características de cada tipo de cultura e qual o modelo da sua empresa pode se encaixar é muito importante, assim como aplica-la na sua organização. Por isto, confira abaixo os 4 tipos diferentes de cultura organizacional nas empresas:

  • Cultura do Poder: a liderança é centralizada em algumas pessoas, dos quais influenciam toda a empresa. É focada na conquista dos resultados, sem muitas regras e o poder de decisão é concentrado em uma pessoa.
  • Cultura de Papeis: é direcionada pelas funções desempenhadas por cada um. As decisões são tomadas pela posição de cargos na estrutura organizacional. Além disto, é norteada por regras e funções definidas. Entretanto, os colaboradores tem menos flexibilidade de executar as atividades e pouca motivação de crescimento profissional.
  • Cultura de Tarefas: os projetos são o foco e, os colaboradores são quem solucionam o problema, podendo ser equipes ou uma pessoa só. Desta forma, assumem as responsabilidades e tem liberdade para serem criativos nas soluções. Este tipo de cultura influencia no clima organizacional, contribuindo com a ideia de salário emocional.
  • Cultura de Pessoas: Neste caso, as pessoas são a prioridade, independente da sua função. Ou seja, esta cultura reconhece o trabalho dos colaboradores, fornece incentivos e o crescimento profissional.

Como implementar a cultura organizacional?

Existem algumas boas práticas para implementar uma cultura organizacional de sucesso. Veja só:

Contrate as pessoas certas

Encontrar as pessoas certas é saber identificar se os profissionais já possuem as características da cultura organizacional. Então, na etapa de recrutamento é preciso buscar por pessoas estrategicamente, pra que o seu desempenho na empresa seja positivo.

Desta forma, a organização será muito mais estruturada e os impactos no futuro serão mínimos. Utilizar as estratégias do RH do Futuro para isto pode ser de grande ajuda.

Use o fit cultural

Seja candidato ou colaborador, o nível de compatibilidade com a visão e comportamentos precisam ser parecidas em alguns aspectos. Assim, os esforços para a seleção e para ajustar os profissionais com a cultura organizacional será menor.

Colaboradores que não estão alinhados podem aumentar a taxa de rotatividade da empresa. Neste caso, o fit cultural é crucial para aplicar nas etapas de avaliação de desempenho e seleção de pessoas.

Promova a missão, visão e valores

Missão, visão e valores são fundamentais para ter foco no caminho a ser seguido, além de aumentar o engajamento com a própria empresa. Contudo, deve ser compartilhado internamente para que todos trabalhem juntos para alcançar os objetivos.

Cultive as regras informais

Por serem regras não explicitas e tratar de comportamentos não devem ser escritas, mas sim ser reforçadas por recompensas e elogios. Além da etapa de recrutar pessoas com estas características, pode ser realizado treinamentos para que os colaboradores desenvolvam esta cultura com o tempo.

Alguns exemplos são: inteligência emocional, resiliência, ética, enfim. Neste sentido, a cultura fornece uma identidade a empresa, auxilia no comportamento, na colaboração da equipe também dá sentido à todas as ações internas.

Como fortalecer a cultura na organização?

Apenas estabelecer a cultura organizacional não é suficiente, é necessário aplicar melhorias contínuas. Bem como, deve ser desenvolvida primeiramente pelos gestores e assim influenciar as equipes, atingindo o máximo de profissionais que conseguir.

Outra forma de colocar em prática as ações são oferecendo cursos e treinamentos, para que os colaboradores possam desenvolver suas competências. Contudo, existem outras formas de fortalecer a cultura com foco nos objetivos. como:

  • Mapear e identificar lacunas: Tenha claramente o plano para executar e assim analisar o comportamento e valores aplicados no ambiente interno. Mapear e identificar estas lacunas é fundamental para que a realidade seja parecida com o que foi planejado. O People Analytics é recomendado nestas horas.
  • Implementar incentivos: criar campanhas, divulgar informações e ter qualquer outra atitude que transforme o ambiente interno são ações recomendadas para fortalecer a cultura. Implementar incentivos é importante em toda a etapa da gestão de pessoas, inclusive na distribuição dos benefícios e planos de carreira.

Conclusão

Enfim, como deu para perceber ao longo este artigo, a cultura organizacional é essencial para manter de pé todos os processos de RH e da gestão estratégica. Contudo, compreender sobre o posicionamento e identidade da empresa é fundamental para desenvolver todas as ações e implementar uma cultura com sucesso.

Nestas horas, ter uma ferramenta pode ser a melhor opção para tornar todo o trabalho mais prático e automatizado, além de ter mais tempo para cuidar da parte humana e menos da parte operacional.

Em conclusão, gostaríamos de recomendar a leitura do nosso artigo sobre softwares para gestão de pessoas. Esperamos que com esta leitura você consiga colocar em prática tudo que conseguiu aprender sobre cultura organizacional. E caso tenha ficado alguma dúvida, fale conosco!

Gostou desse artigo? Compartilhe.