Cultura Organizacional: o que é e como implementar

Avatar photo Rebeca Rohr | 18 de agosto de 2022

A cultura organizacional pode ser definida como uma série de normas, valores e atitudes que guiam o comportamento e os hábitos de todos os colaboradores.

Ou seja, é como um guia para uma convivência social harmônica. Além de uma estratégia de posicionamento de mercado que define a identidade da empresa e seu diferencial competitivo.

Até porque ter valores bem definidos estimula a motivação das pessoas, certo? Por esse motivo, é essencial saber como colocar a cultura organizacional em, e você aprenderá isso e muito mais neste artigo. Confira!

Neste conteúdo você encontra:

  • O que é cultura organizacional?
  • Por que a cultura organizacional é importante? 
  • Qual é a diferença entre clima e cultura organizacional?
  • Cultura organizacional forte x fraca
  • Quais tipos de cultura existem nas empresas?
  • Como implementar a cultura organizacional?
  • Como fortalecer a cultura na organização?

O que é cultura organizacional? 

Cultura organizacional, empresarial ou corporativa nada mais é do que o conjunto de diretrizes como valores, normas e hábitos que compõe a identidade de uma empresa.

Em outras palavras, a cultura organizacional é uma forma de orientar as práticas, ações e comportamentos das pessoas e deve refletir a missão, visão e valores do negócio.

Chiavenato define cultura organizacional como:

“[…] o conjunto de hábitos e crenças estabelecidos através de normas, valores, atitudes expectativas compartilhados por todos os membros da organização. Ela refere-se ao sistema de significados compartilhado por todos os membros e que distingue uma organização das demais. Constitui o modo institucionalizado de pensar e agir que existe em uma organização […]”

Ainda que não instituída, toda empresa possui uma cultura organizacional que é reforçada todos os dias pelos colaboradores, seja na vestimenta, relações, decisões ou atitudes.

Por que a cultura organizacional é importante? 

A cultura organizacional é importante para a gestão estratégica de pessoas porque reflete a ética e moral da empresa e fornece diretrizes para os colaboradores de como realizar seu trabalho e se relacionar no ambiente.

Assim, cada um entende o seu papel e aumenta o senso de pertencimento, o que impulsiona o comprometimento com o propósito e objetivos do negócio. Veja mais alguns benefícios:

Fortalecimento da marca empregadora

Uma cultura voltada para a valorização do capital humano conquista uma posição de destaque, uma vez que organizações que cuidam dos seus talentos oferecendo incentivos e oportunidades de crescimento passam uma imagem positiva tanto internamente quanto para o mercado.

Atração e retenção de talentos

Da mesma forma, uma cultura organizacional bem estruturada atrai potenciais talentos, ao mesmo tempo que diminui os esforços da Gestão de Pessoas em reter os profissionais. Afinal, os colaboradores querem estar em uma empresa com a qual se identificam.


Aumento da produtividade

O ambiente de trabalho saudável é um dos efeitos da cultura organizacional e influencia diretamente no desempenho dos colaboradores. Isso porque eles se sentem confortáveis para expressar novas ideias e opiniões e ficam mais motivados para alcançar suas metas.

Como resultado, há o desenvolvimento das pessoas em conjunto com a organização, ao contrário de uma cultura fraca que pode causar problemas de produtividade, rotatividade e até absenteísmo.


Alinhamento da equipe 

Quando há um padrão de comportamento e comunicação em todos os níveis hierárquicos, as pessoas entendem exatamente qual postura devem ter. Isso permite um maior alinhamento dentro dos times, reduzindo a má conduta e proporcionando um clima saudável para todos.

Agilidade nos processos

Uma cultura sólida também torna os processos mais ágeis e naturais, já que todos sabem exatamente o que fazer e como agir em determinada situação. Logo, há a diminuição dos esforços para consertar eventuais problemas e o autogerenciamento é impulsionado.

Para ilustrar, a cultura organizacional pode ser entendida como um iceberg, conforme a figura abaixo:

Qual é a diferença entre clima e cultura organizacional? 

Diferente do que muita gente pensa, clima e cultura organizacional não são sinônimos. Apesar de existir uma relação estreita entre ambos, a cultura de uma empresa é o conjunto de valores e hábitos compartilhados.

Já o clima organizacional tem mais a ver com o modo como os membros de uma organização experimentam a cultura da empresa. Ou seja, é o reflexo dos efeitos dessa cultura como um todo. Então se a cultura pode ser considerada a “personalidade” da organização, o clima seria o seu “humor”.

Nesse sentido, enquanto a cultura possui um caráter de lenta transformação, o clima organizacional está sujeito a mudanças frequentes e pode ser muito mais facilmente percebido.

Por isso, a cultura deve ser utilizada como uma alavanca na implementação de novas estratégias para, em seguida, analisar o impacto sobre o clima. Isto é, observar se os colaboradores estão satisfeitos com essas ações e motivados para alcançar seus objetivos.

Até porque um bom clima organizacional resulta no engajamento e produtividade de todo time.

Cultura organizacional forte x fraca

O que faz uma cultura ser forte ou fraca é o quanto ela influencia ou reage ao comportamento dos colaboradores. Uma cultura fraca, ou reativa, simplesmente reflete os comportamentos pessoais de cada um, o que a torna uma mistura sem propósito, confusa e improdutiva.

Mais do que apenas reagir, uma cultura reativa provoca desinteresse e desengajamento no ambiente de trabalho. Em empresas com cultura reativa, desafios como alta rotatividade, lideranças desengajadas e baixa atração de talentos são mais comuns.

Por outro lado, uma cultura organizacional forte, ou cultura ativa, é bem-sucedida em dar propósito e direcionar o comportamento de todos a favor dos objetivos estratégicos.

Apesar de influenciar o comportamento do colaborador, não quer dizer que culturas fortes são imutáveis. Pelo contrário, ela se altera intencionalmente de acordo com um consenso de toda a organização, mas sempre levando em consideração as atitudes positivas que surgem.

É importante notar que organizações com culturas fortes criam ambientes de trabalho mais produtivos e colaborativos, onde todos sabem quais atitudes são valorizadas e há mais confiança e autonomia na relação entre colaborador e líder.

Quais tipos de cultura existem nas empresas? 

Dentro das organizações há 4 tipos de cultura mais comuns de acordo com os modelos de negócio, confira:

  • Cultura do poder: a liderança é centralizada em algumas pessoas que influenciam toda a empresa. Essa cultura é focada nos resultados, sem muitas regras e o poder de decisão é concentrado em uma pessoa.
  • Cultura de papeis as decisões são tomadas de acordo com a posição de cargos na estrutura organizacional. É norteada por regras e funções definidas, mas os colaboradores têm menos flexibilidade de executar as atividades e pouca motivação de crescimento profissional.
  • Cultura de tarefas: os projetos são o foco e os colaboradores são quem solucionam os problemas, seja de forma individual ou em equipes. Desse modo, assumem responsabilidades e têm liberdade de serem criativos nas soluções.
  • Cultura de pessoas: nesse caso, as pessoas são a prioridade, independente da sua função. Ou seja, essa cultura reconhece o trabalho dos colaboradores, fornece incentivos e propicia o crescimento profissional.

Como implementar a cultura organizacional? 

Existem algumas boas práticas para implementar uma cultura organizacional de sucesso. Veja só: 

Alinhamento com estratégias do negócio

A cultura deve estar alinhada aos objetivos da empresa e a tudo que almeja para o futuro. Dessa forma, ajuda a alavancar resultados e garantir o sucesso das estratégias do negócio.

Contrate as pessoas certas com fit cultural

Saiba identificar se os candidatos possuem características compatíveis com a cultura da empresa. Certamente, o fit cultural ajuda nesse processo de seleção ao verificar a convergência de visão e comportamentos das pessoas. Isso tudo para evitar contratações não alinhadas à cultura que podem causar gasto de tempo com ajustes ou até mesmo de recursos com o aumento da taxa de rotatividade.

Promova a missão, visão e valores

Tirar a missão, visão e valores do papel e realmente colocar em prática no dia a dia é fundamental para manter o foco no caminho a ser seguido. Além de que, quando compartilhados e realmente vividos, oferecem um senso de propósito para os colaboradores que passam a trabalhar com mais engajamento para atingir os objetivos do negócio.

Cultive as diretrizes informais

Por se tratar de comportamentos, a cultura organizacional não é formalizada, mas sim reforçada por recompensas e elogios. Assim, podem ser realizados treinamentos para que os colaboradores desenvolvam ainda mais esses hábitos com o tempo, como por exemplo, inteligência emocional e resiliência.

Como fortalecer a cultura na organização? 

Apenas estabelecer a cultura organizacional não é suficiente, já que é necessário reforçá-la diariamente. Para isso, você pode implementar as seguintes práticas:

  • Comunique: de nada adianta instituir uma cultura organizacional se ela não for de conhecimento de todos. Uma parte importante do processo é comunicar a cultura de forma clara e garantir que ela esteja presente em todos os níveis hierárquicos.
  • Dê exemplo: o modelo deve vir de cima, por isso gestores devem dar o exemplo para influenciar positivamente e propagar a cultura para seus times;
  • Mapeie e identifique lacunas: com People Analytics é possível ter dados concretos para medir a eficácia da cultura organizacional. Por exemplo, por meio de uma pesquisa de clima você pode ouvir as pessoas e analisar o reflexo da cultura no clima para identificar e corrigir possíveis lacunas.
  • Forneça incentivos: fornecer incentivos como mudanças no espaço de trabalho ou criação de campanhas também pode ajudar a fortalecer a cultura.

Conclusão 

Em suma, a cultura organizacional é importante para constituir a maneira de ser da empresa e torná-la única aos olhos dos colaboradores e diante do mercado. Implementar uma cultura forte tem impacto direto no desempenho e engajamento das pessoas e, consequentemente, nos resultados da organização como um todo.

Se você quer ter um diagnóstico contínuo e automatizado para entender a cultura e o clima da sua organização, conheça a solução de pesquisa de clima da Mereo, o software de gestão de pessoas que transformará seu RH mais ágil e estratégico!

Esperamos que este artigo tenha te ajudado a entender como estabelecer uma cultura organizacional forte na sua empresa.

Artigos relacionados

Faça parte da nossa comunidade e receba conteúdos valiosos no seu e-mail.

     

    Solicite agora uma demonstração.

    Preencha os campos ao lado para agendar uma demonstração da nossa plataforma.