gestão_de_desempenho_capa_mereo

13 de agosto de 2021

Gestão de desempenho: o que é, a importância e como fazer na prática

Se entende por gestão de desempenho o processo contínuo de identificar, mensurar e desenvolver o desempenho das pessoas. Neste contexto, é feito a análise das metas e das competências de todos dentro da empresa. 

Ou seja, a gestão de desempenho auxilia na resolução de possíveis problemas e para elevar ou melhorar o desempenho também. Inclusive, é válido ressaltar que se faz um alinhamento para não fugir dos objetivos estratégicos da organização. 

Enfim, saiba neste artigo o que é, de fato, gestão de desempenho, seus objetivos e importância nas empresas, como implantar e muito mais. Boa leitura! 

O que é gestão de desempenho 

O conceito de gestão de desempenho pode ser entendido por ser o processo que engloba: a definição da estratégia, do planejamento, de avaliações, indicadores, o acompanhamento de tudo e implantações de melhorias de desempenho.  

Neste sentido, a gestão de desempenho mescla a gestão de metas e a gestão de competências. A intenção é que os colaboradores consigam elevar seu potencial e habilidades. Sendo um gerenciamento contínuo, que acontece em tempo real.  

Desta forma, as decisões são tomadas com mais agilidade e tem base em dados reais. Além disto, é feito o alinhamento das expectativas e feito a avaliação para fazer o monitoramento, o controle e o desenvolvimento dos colaboradores também. 

Qual o objetivo da gestão de desempenho 

Um dos maiores objetivos da gestão de desempenho é justamente ter o aprimoramento contínuo do desempenho dos profissionais para que todos tenham bons resultados. Mas não para por aí.  

A partir deste processo é possível oferecer suporte para todos da equipe e fornecer feedbacks construtivos, capacitar os profissionais de acordo com suas competências, mensurar seus resultados a partir das suas metas e alcançá-las com mais eficiência.  

Também é um dos objetivos da gestão de desempenho atrelar a alta performance dos colaboradores e os resultados obtidos com uma remuneração variável. É válido ressaltar que, essas melhorias têm foco na estratégia do negócio.  

Qual a importância da gestão de desempenho na organização 

A gestão de desempenho é importante não só para que a empresa e os seus funcionários tenham uma alta performance, como também alcance todos os objetivos estabelecidos.  

Com esta estratégia, se faz o alinhamento estratégico do colaborador em torno das metas da empresa. Além disto, a gestão de desempenho acontece para melhorar a performance das pessoas e da organização, de forma individual e coletiva. 

Em soma, esse processo fornece informações valiosas sobre possíveis problemas internos e permite que os gestores façam os ajustes necessários para resolver de forma ágil e eficiente. 

A diferença entre o que é avaliação e gestão de desempenho 

Gestão de desempenho e avaliação de desempenho são complementares, mas não são a mesma coisa. Pois, a avaliação é uma ferramenta utilizada dentro do processo de gestão. 

E, a avaliação de desempenho é muito importante para a empresa, já que serve como um indicador, mensurando o desempenho individual e coletivo. A partir destes resultados, se faz o planejamento de metas e os planos de desenvolvimento (PDI) de forma mais clara e objetiva. 

As duas dimensões do desempenho 

Geralmente, o desempenho é dividido em duas dimensões, sendo elas: 

Resultados (Outcomes) 

Estes resultados têm a ver com o que o colaborador entrega, é a parte ligada as suas metas. Nesta dimensão é avaliado a responsabilidade e a qualidade das tarefas feitas por cada um do seu time, inclusive se foi ou não alcançadas todas as metas.  

Comportamentos (Behaviors) 

Já os comportamentos, tem a ver com as habilidades que os colaboradores têm e como que eles chegaram em seus resultados. Aqui é analisado as competências, sejam técnicas e comportamentais.  

Como fazer gestão de desempenho 

A gestão de desempenho pode acontecer e ser medida de várias formas, depende de como é a cultura organizacional. Porém, normalmente, ela funciona em ciclos e, quando são constantes, são melhores.  

Conheça agora cada etapa desses ciclos: 

1. Definição e alinhamento das expectativas de desempenho 

Primeiramente, é necessário definir e fazer o alinhamento de todas as expectativas entre gestores, empresa e colaboradores. Cada membro da equipe precisa ter certeza e clareza sobre sua função, responsabilidades, o que é esperado e as competências necessárias. 

A comunicação precisa ser assertiva para que não haja dúvidas no futuro sobre os objetivos e a estratégia traçada. Então, só tratar das atribuições do cargo não são suficientes. Neste caso, é recomendado que a liderança esteja próxima do time para ajudar nesse alinhamento. 

É muito importante se atentar a esta etapa porque os colaboradores saberão exatamente quais são os comportamentos esperados deles. Desta forma, eles poderão direcionar suas competências e esforços da forma esperada. 

2. Metas, indicadores e tarefas de acompanhamento 

Uma outra coisa fundamental dentro da gestão de desempenho é a definição das metas, objetivos e indicadores. Esta etapa é a forma mais comum de se definir o que será esperado do colaborador e de mensurar seu desempenho. 

Neste sentido, os indicadores (KPI’s) são utilizados para medir a eficiência das tarefas realizadas. Já as metas são o que devem ser atingidas pelos colaboradores e precisam ser SMART, sendo temporal e inteligente. 

Contudo, as tarefas e projetos estabelecidos devem ter também o acompanhamento do gestor para que tudo ocorra como o planejado e que todos consigam atingir os objetivos. 

3. Avaliação de desempenho 

Nesta etapa é quando se inicia as avaliações para entender melhor e mensurar o desempenho de todos da equipe. Por meio dessa ferramenta, se tem uma tomada de decisões mais eficaz e insumos para o desenvolvimento dos colaboradores.  

4. Ações de desenvolvimento e PDI 

Por último, é feito as ações de desenvolvimento, ou seja, é criado o Plano de desenvolvimento Individual (PDI). Aqui também é definido as expectativas entre os gestores, colaboradores e a empresa.  

Estes planos têm a intenção de impulsionar a performance dos colaboradores para o próximo ciclo. Em soma, deve conter todas as competências que os colaboradores precisam desenvolver para ajudar a empresa a alcançar os seus objetivos. 

Chegamos ao fim deste artigo. Esperamos que você tenha entendido melhor sobre o que de fato é gestão de desempenho, as diferenças entre ela e a avaliação, a sua importância dentro do ambiente organizacional e como fazer para colocar em prática.  

A gestão de desempenho é fundamental para analisar a performance dos colaboradores e conseguir alcançar todos os objetivos desejados. Esta estratégia auxilia no crescimento saudável das pessoas e da organização. 

Em conclusão, gostaríamos de recomendar nosso e-book gratuito sobre as 10 competências do futuro mais avaliadas pelas empresas. Baixe agora! 

Gostou desse artigo? Compartilhe.