Liderança: o que é, tipos e competências essenciais

Avatar photo Rebeca Rohr | 22 de setembro de 2022

A liderança é uma posição estratégica e desafiadora nas empresas, já que é a responsável direta pela satisfação e, consequentemente, pelos resultados do seu time.

mulher-em-pe-se-apresentando

Afinal, 70% da variação no engajamento de uma equipe é influenciada pelo líder, segundo estudo da Gallup. 

Mas então o que fazer para ser um líder de sucesso? Será que no modelo de gestão atual ainda cabe o papel tradicional de comando e controle do chefe? 

É isso e muito mais que você entenderá ao longo deste artigo, boa leitura! 

Neste conteúdo você encontra: 

  • Conceito de liderança 
  • A importância da liderança nas empresas 
  • Tipos de liderança 
  • Competências de um líder de alta performance 
  • Como desenvolver bons líderes? 
  • Como avaliar a liderança? 

Conceito de liderança 

O que você diria se te perguntassem o que é ser líder? Talvez você responderia que ser líder é ter um cargo de autoridade dentro de um negócio, mas o conceito de liderança vai muito além disso.  

Em resumo, liderança é a capacidade de alinhar todos os membros do time e guiá-los na mesma direção para alcançar os objetivos organizacionais. 

Até porque no cenário atual não cabe mais a visão hierárquica do chefe autoritário que dá ordens e é temido por todos. 

Pelo contrário, os profissionais prezam por líderes que escutam as suas ideias, dão autonomia na execução das tarefas e que colaboram para o seu crescimento profissional. 

Então troque o conceito de autoridade por orientação e entenda que o papel do líder é motivar, inspirar e apoiar os colaboradores na identificação de seus talentos e no desenvolvimento de novas habilidades. Tudo isso para que atinjam seu máximo potencial e alcancem os melhores resultados. 

A importância da liderança nas empresas 

Líderes de sucesso têm um impacto significativo nos times, oferecendo benefícios como: 

Aumento do engajamento 

Há muitos indicativos de que a liderança influencia no engajamento das pessoas com a organização. 

Bem como em outros estudos, uma pesquisa de engajamento do Google, a Googlegeist, verificou evidências significativas do impacto de líderes de alta performance na satisfação dos colaboradores. 

Isso porque a percepção do profissional sobre a empresa se baseia em grande parte nas atitudes da sua liderança, que é sua referência mais próxima no dia a dia. 

Isso quer dizer que pessoas que fazem parte de equipes com bons líderes são mais felizes, motivados e possuem uma ligação afetiva com a organização. 

Bom clima organizacional 

O clima organizacional também é impactado pelo líder, que precisa dar o exemplo de uma comunicação eficiente e respeitosa e criar um local seguro com relacionamentos colaborativos. 

Mas não só isso, ele também deve ficar atento a todos os sinais para mediar possíveis conflitos no time e garantir o bem-estar de todos em um ambiente de trabalho saudável. 

Melhora da performance 

Além de influenciar o engajamento e clima organizacional, o líder também ajuda os colaboradores a enxergarem seus pontos fortes e de melhoria e mostra o caminho para desenvolverem novas competências técnicas e comportamentais. 

Assim, se tornam mais produtivos, estão sempre preparados para novos desafios e entregam uma melhor performance. 

Alcance de metas 

Com efeito, profissionais de alta performance fazem entregas de alta qualidade, o que potencializa o alcance das metas do time e, como resultado, da empresa como um todo. 

Nesse sentido, a liderança é responsável não só pelo nível de satisfação da sua equipe, mas também pelos seus resultados. 

competências

Tipos de liderança 

Muitos estudos tratam dos diferentes tipos de liderança desde o início do século 20, mas as teorias destacam três predominantes: autocrático, democrático e liberal. Com o passar do tempo, outros estilos também ganharam destaque dentro das organizações, confira os principais: 

Autocrático 

Apesar de ser um estilo menos aceito hoje, principalmente em negócios voltados à inovação e ao capital humano, líderes autocráticos ainda existem, e não só em organizações tradicionais. 

Pode ser que você já tenha se deparado com um “poderoso chefão” que impõe suas ideias e toma as decisões baseadas unicamente no que ele pensa. Ou que até escuta outras pessoas, mas só aceita opiniões parecidas com as suas. 

Esse líder é centralizador, dominador e temido pelo time, já que não aceita questionamentos e deixa o clima pesado. 

Democrático 

A liderança democrática é aquela que possibilita a participação de todos no processo de tomada de decisões. 

Os profissionais que possuem esse tipo de liderança não são tão ríspidos quanto os autocráticos, nem tão liberais para deixar que cada um tome as suas decisões. Ele escuta a todos, avalia e então age. 

Essa forma de atuar faz com que os membros da equipe se sintam pertencentes e ficam motivados, pois têm suas ideias, críticas e contribuições consideradas. 

Liberal 

O tipo de liderança liberal é aquele que dá espaço para que todos criem, colaborem e apostem em ideias inovadoras. 

Cada um possui liberdade para tomar suas decisões, sem interferências, apenas quando solicitadas, o que estimula a liberdade e a autonomia. 

Esse estilo funciona bem com equipes maduras e que não precisam de cobranças diárias. Profissionais que já trabalham há bastante tempo juntos podem naturalmente desenvolver essas habilidades. 

Visionário 

O visionário é aquele líder que possui um senso de oportunidade latente, prevê as reações do mercado e está disposto a correr riscos. 

Ele reconhece a importância de cada membro da equipe e sabe que para alcançar os melhores resultados deve mantê-los motivados. Também é capaz de trabalhar com os mais diversos perfis e estimular a todos para o alcance dos objetivos em comum. 

Técnico 

Esse estilo de líder tem muita bagagem técnica e domínio do seu trabalho. Ele conduz o time com base em seu conhecimento aprofundado, liderando pelo exemplo. 

Existem muitos outros tipos de liderança com particularidades que se encaixam com mais naturalidade no perfil de alguns profissionais. Outros exigem que o líder treine e desenvolva suas habilidades para poder conduzir a sua equipe ao sucesso. 

Competências de um líder de alta performance 

O Projeto Oxygen foi uma iniciativa do Google para ajustar a cultura da empresa com base em people analytics. Por meio desse projeto, o Google identificou os 10 comportamentos dos líderes de alta performance, veja só: 

Ser um bom “treinador”

É o processo diretivo realizado pelo líder para treinar e orientar o colaborador conforme as realidades do ambiente de trabalho. Ele motiva, inspira as pessoas e auxilia no seu desenvolvimento e crescimento profissional. 

Empoderar o time e não ser controlador 

Líderes de sucesso conseguem capacitar suas equipes para fazerem entregas alinhadas às expectativas da organização. Dessa forma, empoderam as pessoas a terem autonomia para executar seu trabalho. 

Criar um ambiente de equipes inclusivo, mostrando preocupação com o sucesso e bem-estar 

Bons líderes enxergam cada pessoa como uma peça essencial no sucesso do time, por isso se preocupam em criar um ambiente de trabalho colaborativo em que todos tenham voz e se sintam pertencentes. Além de que estão sempre atentos às necessidades de cada colaborador. 

Ser produtivo e orientado a resultados 

Líderes produtivos são aqueles que conhecem as metas da empresa e conseguem conduzir os colabores na mesma direção, atingindo assim o melhor resultado. 

Ser um bom comunicador 

A comunicação é um processo fundamental para que haja uma boa gestão de pessoas. Líderes preparados sabem como se comunicar com as equipes, ouvem os colaboradores e compartilham informações relevantes para engajar o time. 

Apoiar o desenvolvimento de carreira e debater performance 

Este comportamento se relaciona com o primeiro, já que apoiar o desenvolvimento de carreira está relacionado ao processo de orientar o profissional para corrigir lacunas que afetam sua performance com feedbacks contínuos. 

Ter uma visão e estratégias claras para a equipe 

O líder precisa mostrar com clareza onde o time precisa chegar e quais estratégias usar para isso. É ele quem alinha expectativas e define o melhor caminho a seguir. 

Ter habilidades técnicas para aconselhar o time 

Uma boa liderança também requer domínio técnico para dar suporte à equipe em suas tarefas e fornecer soluções para qualquer dificuldade que surja na execução das atividades diárias. 

Colaborar além das fronteiras 

Ter uma visão macro dos objetivos da organização ajuda a definir o melhor caminho a ser seguido dentro do time. Além disso, é possível observar o que outras áreas da empresa estão entregando e como sua equipe pode colaborar. 

Ser um forte tomador de decisão 

O time conta com a visão de liderança, e muitas vezes a decisão final do líder é o que motiva os colaboradores a seguirem em frente, mesmo diante de um cenário de incertezas. 

E para empoderar a liderança a tomar decisões assertivas, é indispensável que a organização forneça people analytics. Assim, passa gerir com base em dados e não apenas no “feeling”, contando com informações precisas e em tempo real sobre engajamento, clima e performance

Como desenvolver bons líderes? 

Segundo a pesquisa realizada pela Great Place to Work (GPTW), Tendências para a Gestão de Pessoas em 2022, com 2654 profissionais de RH e líderes, 94,3% delas responderam que as empresas em que trabalham pretendiam investir no desenvolvimento de lideranças em 2022. 

Sem dúvidas, as empresas estão cada vez mais conscientes de que precisam treinar e capacitar seus líderes para reforçar constantemente os comportamentos esperados de uma gestão eficiente. 

Mas os últimos anos lançaram luz à necessidade de desenvolver os líderes em outros aspectos importantes, uma vez que tiveram que se adaptar às mudanças causadas pela pandemia e adequar a sua gestão aos novos modelos de trabalho. 

Por isso, além de trabalhar habilidades inerentes ao cargo de liderança, as organizações precisam compreender a importância de desenvolver as lideranças em assuntos como produtividade no home office, bem-estar, flexibilidade, diversidade e inclusão. 

Como avaliar a liderança? 

Como já vimos, a liderança tem impacto na satisfação, retenção e performance das pessoas do time. 

Portanto, nada melhor do que ouvir os liderados para entender quais são os pontos fortes e as lacunas da liderança que precisam ser desenvolvidas. 

Na plataforma da Mereo você pode criar sua própria pesquisa pulse ou usar a nossa metodologia para avaliar a liderança. São 13 afirmações de respostas sim ou não que possibilitam aos colaboradores darem sua opinião sobre seu líder em um canal seguro. Fale com um dos nossos especialistas e saiba mais! 

plataforma Mereo

Conclusão 

Em suma, a liderança tem o papel fundamental de alinhar expectativas, orientar e promover a sintonia do time para conduzi-los rumo ao mesmo objetivo. Não há uma fórmula ideal para gerir, já que cada negócio possui uma cultura, mas é crucial que os líderes se desenvolvam constantemente para entregarem uma gestão eficiente ao colaborador e os melhores resultados ao negócio. 

Quer saber mais sobre como engajar equipes? Então clique aqui e baixe nosso e-book Engajamento e retenção de talentos: 10 estratégias para implementar com sucesso

Artigos relacionados

Faça parte da nossa comunidade e receba conteúdos valiosos no seu e-mail.

     

    Solicite agora uma demonstração.

    Preencha os campos ao lado para agendar uma demonstração da nossa plataforma.