Plano de Carreira: o que é e como fazer de forma eficiente

Avatar photo Rebeca Rohr | 14 de dezembro de 2021

O plano de carreira pode ser definido como a estratégia que une e alinha os objetivos do colaborador com os da empresa. A intenção é justamente potencializar o crescimento de ambos.

plano-de-carreira

Com o plano de carreira se estrutura melhor o caminho profissional dos colaboradores. Além disto, com esse planejamento se identifica os conhecimentos, habilidades e atitudes (CHA) essenciais para cada posição do nível hierárquico.

Ou seja, é como um guia que auxilia a ter um rumo a ser seguido e promete ser um aliado da gestão de pessoas, buscando solucionar diversos problemas. Como: a dificuldade em formas líderes, os níveis de rotatividade e a produtividade baixa.

Enfim, saiba neste artigo o que é plano de carreira, sua importância dentro das empresas e ele como fazê-lo na prática. Boa leitura!

O que é plano de carreira

O plano de carreira é um programa que planeja o desenvolvimento profissional a médio e longo prazo. Nele é estipulado as competências que cada colaborador precisa para uma posição hierárquica.

Algumas dessas competências são: formação acadêmica (curso técnico, pós-graduação, MBA, mestrado ou doutorado), habilidades, comportamentos, tempo de serviço no cargo anterior.

Entretanto, o plano deve ser feito de forma individual e alinhado com a gestão estratégica de pessoas, pois a finalidade depende do perfil e das motivações individuais de cada colaborador. Contudo, eles precisam saber por as etapas que poderão passar na hierarquia e quanto tempo ficarão em cada uma delas.

Assim, é possível traçar as perspectivas de crescimento e deixar claro as expectativas esperadas. Afinal, no processo também envolve as metas, resultados e o tempo de casa.

Futuras promoções, aumento de salário, transferência de cargos ou de filiais são algumas ações do plano de carreira. Desta forma, é gerado novas experiências, conhecimentos e habilidades para os colaboradores.

Inclusive, o plano de sucessão é um complemento do plano de carreira, já que prepara os colaboradores para crescer dentro da empresa.

A importância do plano de carreira

Alguns dos maiores propósitos do plano de carreira é elevar a produtividade, melhorar o engajamento, atrair e reter talentos, diminuir a rotatividade e desmotivação. E, consequentemente, potencializa o desenvolvimento de novas lideranças.

Além de oferecer uma remuneração competitiva, empresas que querem ter os melhores profissionais investem na sua capacitação. Por isso o plano de carreira é fundamental, já que viabiliza o crescimento do negócio por meio de uma equipe de alta performance.

Inclusive, o plano de carreira é importante porque traz uma melhor visão de futuro profissional, planejando toda a jornada do colaborador e qual cargo pretende ser ocupado nos próximos anos.

Quando uma empresa possui um organograma bem definido, é possível ter essa visão mais ampla sobre os cargos, funções e salários. Dessa forma, se torna mais prático alinhar as expectativas esperadas da empresa em relação aos funcionários e vice-versa.

O plano de carreira é um benefício qualitativo e ajuda a formar talentos cada vez mais completos e preparados para os desafios dentro da empresa. Essa estratégia permite que os colaboradores alcancem cargos mais estratégicos. E, também é uma ótima forma de identificar as competências a serem desenvolvidas.

A diferença entre a carreira em Y e em W

Existem dois tipos de modelo de crescimento, a carreira em Y e a em W. Confira abaixo a diferença entre elas:

Carreira em Y

O modelo de carreira em Y, assim como o desenho de sua letra sugere, existe uma bifurcação no cargo a ser seguido: o colaborador escolhe se seguirá sua carreira como especialista ou como gestor.

E, nestes dois caminhos, ocorrem diferentes formas de desenvolvimento das competências. No cargo de especialista, por exemplo é exigido mais conhecimentos técnicos da área. Já em cargos de gestão, outras competências são mais requisitadas, como: inteligência emocional, comunicação assertiva, entre outros.

Na carreira em Y também é analisado o potencial de lideranças, alinhamento organizacional, alcance das metas, podendo utilizar o learning agility. E quando o foco é de especialista, é necessário aprofundar os conhecimentos na área.

No geral, o Y é mais frequente e possui mais oportunidades de crescimento dentro das empresas. Isso acontece porque as carreiras de gestão e de especialista têm espaços diferentes dentro da organização.

Carreira em W

Já a carreira em W, existe opções mistas, como a gestão de projetos. Neste sentido, o colaborador se torna um líder, responsável por um time e atua em uma área específica, fazendo o acompanhamento das atividades, fornecendo feedback e todo o suporte necessário.

Ou seja, é uma forma mista de crescimento dos dois tipos de carreira. O profissional é tanto especialista quanto gestor. Porém, sua forma de liderança é um pouco diferente da tradicional, já que funciona em setores mais específicos. Exemplos disso são as áreas de tecnologia.

Entretanto, nesse tipo de carreira não é feito o desenvolvimento dos colaboradores da mesma forma que ocorre com um gestor geral, apenas é acompanhado o desempenho do time. Aqui o profissional não se afasta de sua especialidade, mas desenvolve competências estratégicas de liderança e precisa de uma visão mais holística.

Como fazer o plano de carreira

Para implementar um plano de carreira é fundamental esclarecer para o colaborador sobre as suas possibilidades de crescimento dentro da empresa. Já que é preciso saber até onde eles podem chegar e o que precisa fazer para alcançar esses objetivos.

Uma das possibilidades de isso acontecer é através do plano de cargos e salários, que formaliza os cargos que a organização possui e quais são as competências indispensáveis para alcançar uma nova posição.

A partir do momento que já existe essa jornada e já foi identificado as necessidades de cada cargo, é mais fácil entender como este processo funciona na prática.

Confira agora as etapas para fazer um plano de carreira na sua empresa!

1.   Estabeleça metas e objetivos

Saber onde está e aonde quer chegar é uma das melhores formas de começar a estruturar o plano de carreira. Por isto, estabeleça as metas e os objetivos para cada um da sua equipe, de acordo com seus cargos e suas perspectivas de futuro.

Cada meta é uma parte da estrutura do plano e, para que tudo ocorra como o esperado, as metas precisam ser específicas e mensuráveis. Desta forma, é possível desenvolver as habilidades de cada cargo de forma progressiva.

Contudo, recomendamos as ferramentas de gestão de pessoas para ajudar durante todo o processo. Assim, haverá maior alinhamento entre a empresa e o colaborador em relação ao plano de carreira.

2.   Avalie o desempenho

Fazer avaliações de competência é fundamental para identificar os gaps necessários e para alcançar uma nova posição no plano de carreira.

Além disto, auxilia no mapeamento das competências técnicas e comportamentais. Também é feito as avaliações de desempenho para entender como desenvolver melhor as habilidades individuais de cada colaborador.

Nessa etapa, é recomendado utilizar a 9box, que avalia o potencial e diversos outros fatores de um profissional. Com essa ferramenta, você terá maior assertividade para direcionar a carreira do seu time.

3.   Forneça feedbacks construtivos

Fornecer feedback é essencial para que os colaboradores entendam seus pontos fortes e os de melhoria. Mas, devem ser realizados com muita transparência e de forma construtiva.

Afinal, a intenção dessa comunicação é elevar o desempenho e alinhar as expectativas.

4.   Monte um plano de ação

Aqui o plano de carreira é colocado em prática. Nessa etapa, é importante definir o prazo para todas as metas e objetivos, além de realizar o desdobramento de todas elas para o curto, médio e longo prazo.

Em soma, ter um plano de desenvolvimento individual (PDI) e unir com todas as outras estratégias de avaliações irá impulsionar o desenvolvimento dos colaboradores e, consequentemente, o plano de carreira.


Enfim, como deu para perceber ao longo deste post, é fundamental para o plano de carreira do papel estabelecer metas e objetivos alinhados com a sua empresa, para que o crescimento de todos seja possível.

Além disto, é indispensável fazer avaliações e reuniões de feedback para entender o caminho que pode ser trilhado, além da parte operacional com o plano de ação. Com isso, você conseguirá descobrir as expectativas de carreira de cada um na sua empresa.

E, para te ajudar a realizar avaliações de competências com sucesso, recomendamos nosso e-book gratuito sobre esse assunto. Com ele você terá muito mais agilidade para executar as estratégia na sua organização!

Artigos relacionados

Faça parte da nossa comunidade e receba conteúdos valiosos no seu e-mail.

     

    Solicite agora uma demonstração.

    Preencha os campos ao lado para agendar uma demonstração da nossa plataforma.