Desenvolvimento de pessoas: a importância de investir nos seus talentos

Avatar photo Rebeca Rohr | 18 de agosto de 2022

Desenvolvimento de pessoas é um conjunto de práticas que foca em desenvolver competências e aperfeiçoar o desempenho dos colaboradores.

mulher-ministrando-desenvolvimento-de-pessoas

Dentro das organizações, o desenvolvimento cria oportunidades de crescimento profissional, o que não só melhora o desempenho e aumenta a produtividade, como também estimula o engajamento e a motivação.

Como resultado, a empresa passa a ter melhorias internas contínuas e a reter seus talentos, que alcançam sua melhor performance.

Quer saber mais sobre como investir no desenvolvimento de pessoas para atingir melhores resultados no seu negócio? Então continue lendo!

Neste conteúdo você encontra:

  • O que é desenvolvimento de pessoas?
  • A diferença entre treinamento e desenvolvimento de pessoas
  • A importância do desenvolvimento de pessoas nas organizações
  • Para que serve um programa de desenvolvimento de pessoas?
  • Como promover o desenvolvimento de pessoas?

O que é desenvolvimento de pessoas?

O desenvolvimento de pessoas tem como objetivo auxiliar os colaboradores a aperfeiçoarem o CHA (conhecimentos, habilidades e atitudes) para atingirem seu máximo potencial.

É uma ação que visa o aprimoramento constante das competências técnicas, as hard skills, e das comportamentais, as soft skills, e tem efeitos a médio e longo prazo.

Uma vez que os colaboradores adquirem a capacidade de executar suas tarefas com mais eficiência, alcançam sua melhor performance e entregam melhores resultados para a organização.

Mas não apenas isso, investir em desenvolvimento também mostra que o negócio valoriza o capital humano e que incentiva o crescimento profissional e a construção de carreira. E o impacto disso é um ambiente de trabalho saudável e construtivo com pessoas motivadas e engajadas, o que aumenta a satisfação com a empresa e a retenção de talentos.


A diferença entre treinamento e desenvolvimento de pessoas

Treinamento e desenvolvimento são processos diferentes, mas complementares. Saiba abaixo as principais diferenças entre cada um deles:

Treinamento

Geralmente, o treinamento é realizado de maneira pontual e a curto prazo, já que acontece de acordo com a necessidade do cargo e seu intuito é fazer com que as pessoas adquiram ou aperfeiçoem uma competência específica.

Porém, dependendo do curso, da profundidade do conteúdo ou do tema abordado, o treinamento pode abranger um prazo maior e demorar alguns meses para ser concluído.

De qualquer forma, é importante entender que o treinamento tende a fazer parte do processo de desenvolvimento, mas é apenas uma parte do todo.


Desenvolvimento

Já o desenvolvimento costuma ser feito de forma contínua e no longo prazo, isso porque é composto por diversas ações a serem realizadas ao longo do tempo para desenvolver o profissional.

De fato, esse processo de desenvolvimento engloba treinamentos, como por exemplo o onboarding para elevar os conhecimentos relacionadas ao desempenho de uma determinada função, ou treinamento de preparação para uma promoção.

Isso quer dizer que o desenvolvimento de pessoas é constante e acompanha o colaborador durante toda a sua jornada na empresa, e uma das ações dentro da estratégia de desenvolvimento é o treinamento.


A importância do desenvolvimento de pessoas nas organizações

As organizações estão se adaptando para se manterem competitivas diante de um mercado cada vez mais dinâmico, e um dos fatores essenciais para se posicionar como marca empregadora e atrair os melhores talentos é a valorização do capital humano.

Nesse contexto, o desenvolvimento de pessoas é uma ferramenta valiosa que, além de promover essa valorização, é uma das melhores formas de investir no futuro da própria empresa.

Isso porque investir em capacitação profissional faz com que os colaboradores se sintam valorizados e motivados, bem como mais qualificados para entregar melhores resultados.

Logo, o desenvolvimento oferece benefícios tanto para a organização quanto para os colaboradores, são eles:

  • Aperfeiçoamento da capacidade de entrega dos colaboradores;
  • Melhora no desempenho individual;
  • Aumento da retenção de talentos;
  • Criação do sentimento de valorização no ambiente interno;
  • Desenvolvimento de novas lideranças;
  • Aumento do engajamento e motivação dos times.

Mas acima de tudo, o desenvolvimento possibilita algo indispensável para o sucesso de qualquer negócio: a criação de times de alta performance.

Afinal, o desenvolvimento individual impacta no desenvolvimento do grupo que passa a ser integrado por pessoas em constante evolução e aprimoramento das suas competências que estão mirando no mesmo alvo: resolver problemas e alcançar melhores resultados de modo colaborativo.


Para que serve um programa de desenvolvimento de pessoas?

O mercado tem mudado cada vez mais, e agora as empresas estão se adaptando e evoluindo para se manterem competitivas e lucrativas. E, uma das coisas mais valiosas para as organizações é o capital humano.

E, investir no desenvolvimento e capacitação profissional é uma das melhores formas de investir no futuro da sua própria empresa. Isso porque, pessoas que estão sendo qualificadas, se sentem mais satisfeitas e valorizadas.

Nesse contexto, o desenvolvimento de pessoas é uma ferramenta valiosa, já que demonstra essa valorização, por parte da empresa, em aperfeiçoar as competências da sua equipe.

Quem prioriza o desenvolvimento amplia as chances de promoção, de assumir posições mais estratégicas e de liderança, ser remanejado para um departamento que se identifica mais ou para uma transição de carreira.

Como promover o desenvolvimento de pessoas?

Saiba em 4 passos como criar e promover o desenvolvimento de pessoas na sua empresa:

1. Identifique as necessidades de desenvolvimento

Em primeiro lugar, faça um mapeamento para identificar todas as necessidades que precisam ser trabalhadas. Por exemplo, diminuição do turnover, gargalos de processos, melhora dos resultados etc.

Esse passo é fundamental porque para elaborar um programa de desenvolvimento, é preciso entender as lacunas de competências que a empresa precisa preencher no médio a longo prazo e unir ao que cada pessoa almeja para a sua carreira. A partir disso, são criados os planos de desenvolvimento individual (PDI) e, se necessário, planos de ação para estabelecer o plano de carreira de cada colaborador


2. Escolha as metodologias e ferramentas certas

Escolher as metodologias e ferramentas certas para cada grupo de colaborador faz toda diferença no processo, já que cada pessoa tem um propósito diferente.

Então, o programa de desenvolvimento deve ser montado de acordo com o tipo de aprendizado de cada um e se adaptar a cada cargo. Afinal, um estagiário não desenvolverá as mesmas competências que alguém que ocupa um cargo de liderança.

Alguns exemplos de ações de desenvolvimento são: qualificações externas por cursos profissionalizantes, reuniões de feedback para melhorar o desempenho, incentivo à leitura e programas de mentoria para novos líderes.


3. Engaje e motive os seus colaboradores

Após os passos anteriores, é necessário mostrar o programa de desenvolvimento individual para todos da empresa e manter todo o time engajado e motivado com tudo que foi estabelecido.

Por isso, apresente a jornada individual de desenvolvimento, assim como os benefícios que essa prática fornece para cada colaborador e para o negócio também.

É válido ressaltar que isso não é responsabilidade só do RH, mas também da liderança das áreas, inclusive durante o processo de criação do plano de carreira.

4. Faça o acompanhamento dos resultados

Por fim, é indispensável fazer o acompanhamento dos resultados e analisar o que deu certo e o que pode melhorar. Nessa etapa também é interessante ouvir a opinião de todos que fizeram parte do processo, como colaboradores, gestores, diretoria.

Confira se o que foi planejado está realmente promovendo resultados positivos, faça testes em algumas áreas, anote todas as ideias de melhoria e faça as mudanças necessárias para garantir a efetividade do programa de desenvolvimento.

Conclusão

Em resumo, implementar um programa de desenvolvimento de pessoas possibilita aos colaboradores atingirem seu máximo potencial para que cresçam profissionalmente e entreguem uma excelente performance e melhores resultados.

E se você quer aprender mais sobre como desenvolver seus colaboradores, confira o nosso ebook sobre como montar um PDI. Baixe agora clicando aqui!

Artigos relacionados

Faça parte da nossa comunidade e receba conteúdos valiosos no seu e-mail.

     

    Solicite agora uma demonstração.

    Preencha os campos ao lado para agendar uma demonstração da nossa plataforma.