Desdobramento de metas

7 de dezembro de 2021

Desdobramento de Metas: O que é? Descubra como fazer!

O desdobramento de metas é o método que divide as metas em várias tarefas para cada nível hierárquico da empresa. Assim, transforma os objetivos em ações práticas para alcançar os melhores resultados.

Para que o planejamento de metas seja executado corretamente e os objetivos sejam alcançados, é necessário utilizar o desdobramento de metas para ajudar na aplicação e o controle da implementação da estratégia de metas para então garantir o sucesso organizacional.

Saiba neste post o que é desdobramento de metas e aprenda como fazer na prática os métodos de desdobramento de objetivos e metas na sua empresa. Confira!

O que é desdobramento de metas

As metas são baseadas na estratégia empresarial e, são repassadas para cada setor. E o desdobramento acontece para cada área, equipe e pessoas. Afinal, os resultados são conquistados de forma coletiva e quando todos unem esforços para chegar no mesmo destino.

Vicente Falconi, professor e referência em eficiência em gestão, desenvolveu o método do “cascateamento de metas”. De acordo com Falconi, o desdobramento se divide em duas dimensões da gestão: tática e operacional. Assim, cada membro da equipe sabe o que precisa ser feito e poderá contribuir para o crescimento da empresa.

O desdobramento de metas traz os objetivos estratégicos para a parte mais prática, realizando as ações planejadas de forma estruturada e estratégica para atingir os resultados esperados. Ou seja, é como um mapa que mostra como chegar ao alvo, com um caminho bem definido.

Desse modo, os colaboradores de todos os níveis hierárquicos conseguem identificar seu papel durante a execução do planejamento estratégico. Tornando então a contribuição de cada pessoa mais assertiva. Todavia, implementar esse processo agiliza as ações e alinha todos os objetivos e operacionaliza as tarefas do negócio.

Assim, o desdobramento de metas transforma o que foi planejado em realidade, executando a estratégia em todas as fases e de forma organizada. Além disso, detecta os gargalos e pontos de melhoria para elevar o desempenho dos colaboradores e da própria organização.

A importância do desdobramento de metas

O desdobramento de metas auxilia a ter mais eficiência, foco e agilidade para alcançar os resultados. Esse método também ajuda no engajamento dos colaboradores com os objetivos, no seu desenvolvimento e na motivação, já que eles sabem exatamente o que a empresa espera deles.

Em soma, ajuda as empresas a implementar estratégias mais alinhadas com seus desafios e a traduzir suas tarefas de melhoria de resultados. O desdobramento faz com que os times trabalhem de forma coordenada, compreendendo sua contribuição e responsabilidade para atingir os objetivos do negócio.

Além disto, o desdobramento de metas alinha os setores, fazendo com que todos caminhem no mesmo sentido. E o direcionamento dos esforços e das ações são feitas corretamente, tendo uma tomada de decisão mais assertiva e focada.

Se tem também uma visão do curto, médio e longo prazo para as metas organizacionais e planos para realmente alcançá-las.

É válido ressaltar que, fomenta a cultura da empresa, amadurece o pensamento sistêmico e se cria melhores formas de avaliar o desempenho de todos os colaboradores, em todos os níveis hierárquicos.

E é por causa disso que é importante fazer o desdobramento de metas e definir indicadores. Assim, se garante maior competitividade no mercado e se mantém um crescimento sustentável da organização ao longo do tempo.

Objetivos estratégicos, táticos e operacionais

Os objetivos organizacionais e o desdobramento de metas andam juntos e permitem ter maior alinhamento dentro do ambiente interno e que todos saibam qual a sua contribuição para os resultados.

Existem três tipos diferentes de objetivos e, entendê-los ajuda a visualizar melhor qual direção seguir com as metas. Afinal, elas são os objetivos quantificados e qualificados. Confira cada um deles abaixo:

Objetivos estratégicos

Os objetivos estratégicos traduzem a visão da empresa em objetivos para serem conquistados no longo prazo. São eles que auxiliam no cumprimento da missão e no alcance da visão também.

Esse tipo de objetivo são mais amplos e gerais da empresa, sendo a base do planejamento estratégico. E, para colocá-lo em prática, se desdobra em objetivos táticos e operacionais, tornando-os mais específicos.

Objetivos táticos

Os objetivos táticos são classificados por serem de médio prazo, pois o tempo definido para cumprir as ações variam entre 1 a 3 anos. São direcionados a uma área ou setor específico da empresa e suas tarefas são divididas por departamento.

Alguns exemplos desse tipo de objetivo são:

  • Elevar o controle de qualidade dos produtos para evitar possíveis problemas;
  • Garantir que os clientes sejam atendidos no máximo em 24 horas;
  • Ter todos os funcionários com graduação superior.

Normalmente, se utiliza algumas metodologias de apoio para começar a traçar todos os objetivos táticos que sejam relevantes para a empresa, como: 5W2H e o Ciclo PDCA.

Objetivos operacionais

Os objetivos operacionais têm como característica as entregas de curto prazo. Contém entregas operacionais da rotina de trabalho, variando entre 3 a 6 meses o prazo dos objetivos. São mais específicos e, por isso, precisam conter métodos, processos, sistemas e indicadores em sua aplicação e monitoração do plano.

Esses objetivos são o plano de ação atribuídos aos profissionais e contêm tarefas e prazos específicos, sendo atividades individuais ou em equipes. É comum utilizar alguma ferramenta para auxiliar na organização e criação de quadro para o projeto.

Alguns exemplos desse tipo de objetivo são:

  • Implementar de um sistema de separação e rastreio dos produtos;
  • Estabelecer um programa de qualidade total;
  • Parceria com uma universidade para capacitação dos colaboradores.

Enfim, esses métodos auxiliam no alinhamento entre colaboradores e empresa, do qual todos contribui para o sucesso nos resultados organizacionais.

Metodologias de desdobramento de metas

Existem algumas metodologias que dão suporte no desdobramento de metas e podem ajudar durante o processo de definição de estratégias. Separamos abaixo as mais utilizadas no mercado. Veja só:

1.   Objective and Key Results (OKRs)

A metodologia da OKR, ou Objetivos e Resultados Chave, estabelece um conjunto de ações interrelacionadas que contribuem no alcance das metas gerais. Os Objetivos são descrições qualitativas dos resultados desejados, enquanto Resultados Chave são formados por indicadores que definem o alcance de cada objetivo.

Com a OKR, o desdobramento de metas se torna muito mais prático, criando uma estrutura que relaciona ações fundamentais no atingimento dos objetivos, monitorando os resultados.

2.   Balanced Scorecard (BSC)

Com a ferramenta do BSC, ou é possível alinhar a estratégia organizacional com as tarefas operacionais. Utiliza-se dos indicadores para traçar e organizar todos os objetivos do desdobramento de metas.

Assim, é avaliado o andamento de todas as demandas e gerenciar todo o time, com uma visão ampla sobre todas as perspectivas da empresa. Além de alinhar a operação aos processos.

3.   Gerenciamento pelas Diretrizes (GPD)

Com o GPD é promovido o alinhamento dos esforços dos colaboradores e a priorização das aplicações dos recursos disponíveis, do qual traz maior efetividade no alcance das estratégias da empresa.

Contudo, também dá para direcionar alterações e adequações nos padrões de trabalho diário, refletindo positivamente nas necessidades estratégicas. Assim, eleva as atividades desenvolvidas em todos os níveis hierárquicos.

Como fazer o desdobramento de metas

De acordo com a metodologia do Falconi, saiba como fazer o desdobramento de metas da sua empresa em 5 passos:

1. Entenda a cadeia de valor da empresa

O primeiro passo é entender qual é a cadeia de valor da sua empresa. Ou seja, atividades essenciais que tem o objetivo de agregar valor para a sua organização. Por isso, pense quais são os processos que estão mais relacionado ao core business da sua empresa e quais dão mais suporte ao seu serviço.

A partir disso, ficará mais claro qual o caminho a seguir com as metas e quais processos serão fundamentais para as entregas de valor. Como consequência você identificará quais indicadores irão mensurar e avaliar de fato a eficiência da sua organização no atingimento dos resultados.

2. Estabeleça os indicadores de desempenho

O segundo passo é fazer o mapeamento de quais serão os indicadores de desempenho utilizados para mensurar os resultados de cada meta.

Nesse sentido, determine o que é essencial de ser medido e gerenciado para alcançar os resultados esperados.

3. Construa a árvore de indicadores

A partir dessa construção da árvore de indicadores, é feito a relação de causa e efeito entre cada ponto a ser mensurado. Isso ajuda a evidenciar o impacto que cada meta tem sobre as demais em seu desdobramento e como elas influenciam no desempenho da empresa.

Além disto, também auxilia a atribuição de responsabilidades para cada área, de acordo com a hierarquia organizacional. Dessa forma, o desdobramento de metas se torna mais ágil e prático.

4. Crie metas que façam sentido

As metas precisam fazer sentido e se conectar com todas as áreas para conseguirem atingir os objetivos estratégicos.

Tanto as metas mais técnicas quanto as operacionais precisam estar associadas as metas financeiras da empresa.

Realize a associação das partes técnicas e operacionais ainda na construção da árvore de indicadores.

5. Identifique as lacunas

Durante a implementação das metas, do seu desdobramento e acompanhamento, é muito importante identificar se existe lacunas, pois elas podem ajudar a criar oportunidades e pontos de melhoria para cada desafio.

Essas lacunas podem aparecer com o passar do tempo, exemplos disso são durante comparativos da performance entre empresas concorrentes ou de melhores práticas do mercado.

Assim, as metas serão baseadas nessas lacunas encontradas nessas análises e em dados reais. Evitando ter medas inalcançáveis ou desestimulantes, que podem acabar desmotivando a equipe.

Conclusão

Enfim, após esses passos, tenha certeza de todas as metas estabelecidas, e que será desdobrada, terá um plano de ação conciso, com prazo e responsáveis, que ajudarão a alcançar os resultados esperados.

Contudo, é necessário que todo o projeto seja montado em conjunto com o time, não apenas entre gestores de área. Dessa forma, todos poderão contribuir com suas sugestões e desempenhar sua função com mais foco e engajamento.

Aplicar essas técnicas auxilia que o desdobramento das metas seja realizado com sucesso. No entanto, deve se ter também ações corretivas para garantir o resultado dos objetivos.

Existe também alguns softwares de gestão que contém todas essas ferramentas em um único lugar, unificando os esforços e otimizando o tempo para realizar todas essas ações.

Em conclusão, gostaríamos de recomendar nosso ebook gratuito para te ajudar a fazer a gestão das suas metas com muito mais eficiência. Baixe agora!

Gostou desse artigo? Compartilhe.

Where people drive performance

Somos milhares de pessoas.

Assine a nossa newsletter e receba nossos conteúdos gratuitamente pelo seu e-mail. Fique por dentro do universo de gestão de performance.