Como garantir a execução da estratégia empresarial em 3 passos

Avatar photo Ana Gabriela Dias | 4 de janeiro de 2023

A execução da estratégia empresarial é um processo muito desafiador para qualquer gestor. Por isso, são necessárias algumas dicas para facilitar sua realização e contornar os obstáculos.

Execução da estratégia

Nenhum negócio sobrevive sem a execução da estratégia, então é essencial definir o propósito da organização e estabelecer as ações que farão com que ele seja alcançado. Na teoria tudo pode parecer muito simples e descomplicado, mas na prática a realidade é outra.

Garantir a execução da estratégia empresarial é uma tarefa um tanto quanto desafiadora, já que requer habilidades e conhecimentos específicos.

Pensando nisso, preparamos este artigo para te ajudar a garantir a execução da estratégia do seu negócio. Continue a leitura para saber mais!

Neste conteúdo você encontra:

  • O que é estratégia empresarial?
  • Como definir uma estratégia para a organização?
  • Como garantir a execução da estratégia?
  • Principais falhas na realização da estratégia

O que é estratégia empresarial?

Estratégia empresarial compreende um conjunto de atividades e ações que orientam uma organização para que os objetivos estabelecidos sejam atingidos. Por esse motivo, é importante que cada empresa defina um planejamento estratégico que esteja alinhado ao mercado e segmento em que atua.

As estratégias empresariais podem ser definidas para curto, médio e longo prazo. As de curto prazo representam objetivos que devem ser atingidos de forma rápida, as de médio prazo englobam as metas que possuem um tempo razoável de atingimento, e as de longo prazo se referem aos objetivos que podem ser alcançados em um maior tempo.

Portanto, é muito importante definir as estratégias corretas para que haja um desdobramento de metas e uma tomada de decisão mais eficiente.

Como definir uma estratégia para a organização?

Elaborar uma estratégia empresarial é indispensável para direcionar as ações da empresa. Por isso, separamos 3 dicas para te ajudar a defini-la.

1.    Faça um diagnóstico interno e externo

Para criar uma boa estratégia, colete dados internos e externos para conhecer com mais clareza a realidade do negócio. Para este momento, é fundamental renunciar ao idealismo e enxergar a empresa como ela é e não como os gestores desejam que ela seja.

Somente assim será possível traçar objetivos coerentes com o dia a dia e recursos da organização.

2.    Formule o objetivo que deseja alcançar

Agora é hora de realmente colocar a mão na massa e definir a estratégia organizacional da empresa garantindo que ela esteja alinhada com a missão, a visão e os valores do negócio.

Ela deve ser clara, específica e possível de ser atingida, afinal os gestores irão conduzir seus times com ações que permitem que a estratégia seja alcançada.

3.    Coloque em prática a estratégia

Depois de definir a estratégia, é hora de colocá-la em prática, ou seja, implementá-la na empresa. Para isso é necessário alinhar bem as ações a serem executadas e todos os processos que precisam estar envolvidos.

Durante essa etapa, também é crucial estabelecer os indicadores de sucesso para avaliar se a estratégia está sendo praticada ou não.

Como garantir a execução da estratégia?

Uma das formas mais eficazes de garantir a execução da estratégia é através da implementação de um modelo de gestão atrelado a resultados. No entanto, questões relacionadas a formas de mensurar e acompanhar a performance são desafios que fazem parte do cotidiano de muitos gestores. 

Então é necessário um esforço de todo o time para a execução de uma estratégia bem definida. Confira abaixo 3 dicas para garantir a realização da estratégia:

1 – Definição e distribuição das metas 

O modelo de gestão de uma empresa precisa estar orientado por um plano de desenvolvimento com metas e planos de ação bem definidos. É durante o planejamento estratégico que os elementos estruturadores da gestão devem ser mapeados, por exemplo como quais serão os principais processos e o sistema de informação adotado para a tomada de decisão. 

Inclusive, algumas metodologias como o BSC (Balanced Scorecard) e o Gerenciamento pelas Diretrizes (Hoshin Kanri) se tornam importantes aliadas da gestão nesse desafio. Além de impactarem positivamente áreas críticas do negócio, elas orientam os processos de desdobramento de metas. 

2 – Associação das metas do negócio com as metas individuais 

O desdobramento de metas gera maior alinhamento interno para que todos caminhem na mesma direção e saibam qual é a sua contribuição para os resultados da empresa, pois é um método que permite o compartilhamento de responsabilidades 

Esse processo parte do nível estratégico para o operacional, considerando a distribuição das ações de acordo com as capacidades técnicas e comportamentais de cada setor e colaborador. 

Algumas vantagens do desdobramento de metas são: 

  • Maior conhecimento e visibilidade da contribuição pessoal à meta global; 
  • Aumento do comprometimento da equipe com as metas; 
  • Melhora do clima organizacional com a ampliação da visão do negócio atrelada à recompensa por resultados.

Saiba mais sobre como fazer uma gestão de metas eficiente no vídeo abaixo. Clique e assista!

3 – Acompanhamento e controle da performance 

Uma vez concluída a etapa de desdobramento de metas, entramos na parte de execução dos planos de ação e controle dos resultados. É importante nesse sentido que, na gestão de equipes multifuncionais, o gestor tenha bastante domínio das principais metodologias de gestão, como o PDCA

Isso envolve não somente a execução dos planos de ação conforme as orientações, mas a verificação do impacto das ações no resultado e a capacidade de aprendizado adquirida com a prática. É por meio da retroalimentação do processo de resolução de problemas com esses novos aprendizados que a empresa ganha vantagem competitiva e alcança seus resultados. 

Principais falhas na execução da estratégia

Ao buscarem uma melhor execução da estratégia, alguns líderes podem cometer algumas falhas. Assim sendo, é necessário estar preparado para todos os imprevistos e dificuldades que podem surgir.

Confira abaixo algumas falhas comuns durante a realização da estratégia empresarial estabelecida:

  1. Comunicação falha e confusa;
  2. Explicações vagas e insuficientes;
  3. Falta de compromisso;
  4. Recursos escassos ou inadequados;
  5. Ações que fogem do propósito;
  6. Objetivos sem sentido;
  7. Falta de planejamento;
  8. Falta de prioridade;
  9. Divisão errada de responsabilidades;
  10. Inexistência de indicadores de desempenho;
  11. Falta de integração da equipe;
  12. Cultura ruim;
  13. Resistência à mudança;
  14. Tarefas complexas demais;
  15. Falta de gerenciamento de recursos;
  16. Atrasos nas entregas;
  17. Orçamento extrapolado;
  18. Falta de suporte da diretoria;
  19. Dificuldade de adaptação;
  20. Liderança ruim.

Essa lista deixa claro alguns erros que podem acontecer no momento de execução da estratégia. Logo, é necessário evitar todos esses problemas para garantir o sucesso empresarial.

Conclusão

Em suma, para garantir a execução da estratégia empresarial é necessário estabelecer um método de gestão que esteja atrelado aos resultados. Isso quer dizer implementar uma cultura voltada para o alcance das metas e acompanhamento de resultados.

Nosso módulo de estratégia é essencial para você que deseja garantir o alinhamento estratégico de todo o time. Com ele você pode analisar o cenário do negócio, criar iniciativas estratégicas, se comunicar com a equipe e muito mais.

Artigos relacionados

Faça parte da nossa comunidade e receba conteúdos valiosos no seu e-mail.

     

    Solicite agora uma demonstração.

    Preencha os campos ao lado para agendar uma demonstração da nossa plataforma.