18 de agosto de 2020

Metas organizacionais: O que são? Como realizar? Quais as vantagens?

Estabelecer um programa de definição de metas organizacionais é fundamental para manter os colaboradores desafiados e assim entregar resultados mais positivos. Por isso, é crucial que as empresas ofereçam os recursos necessários para alcançar seus objetivos de negócios.

Oferecer um programa que estimula a produtividade faz parte da Gestão de Performance, que planeja estratégias que direcionam para o alto desempenho e melhorias na entrega de resultados, por meio de metas organizacionais.

É importante entender como criar metas que estimulam o crescimento dos profissionais e da organização, de forma que sejam atingíveis, bem definidas, claras e objetivas, como a metodologia das metas SMART. Saiba então como realizar o alinhamento das suas metas para impactar corretamente na performance dos seus colaboradores!

O que são Metas Organizacionais?

O conceito de metas organizacionais pode ser definido como objetivos quantificados e mensuráveis por indicadores que impulsionam a motivação dos colaboradores, elevando os resultados da organização.

As metas são caracterizadas por serem temporais e estão associadas a um valor calculável para alcançar os objetivos traçados na estratégia de planejamento. Elas existem para colocar em prática o plano de ação, de forma que as tarefas sejam específicas e detalhadas, com um prazo determinado.

É necessário que as metas organizacionais sejam interligadas com prazos diários, semanais ou mensais. Isso facilita a entrega das atividades e aumenta a produtividade, além de ser executada de forma mais organizada e planejada.

Quais os objetivos das metas organizacionais?

Ter metas e objetivos dá um caminho e uma direção para ser seguida. É fundamental que as organizações tenham a visão de onde querem chegar e os objetivos devem respeitar essa cultura que favorece a implementação correta da meritocracia.

As metas organizacionais podem ter como objetivo o crescimento da própria empresa ou o aumento de faturamento em determinada porcentagem. O importante é traçar estratégias específicas para cada meta e as ações que aproximam de alcançar esse objetivo.

Os objetivos das metas organizacionais podem ser voltados também para desenvolver a Performance de Pessoas, utilizando recursos de mensuração para as estratégias que identificam os talentos possíveis de receberem uma promoção ou, bonificação de acordo com a sua entrega de resultados.

7 erros no estabelecimento de metas organizacionais

A máxima dentro das organizações de fazer mais com menos muitas vezes leva os gestores a estabelecer ações rápidas, mas que acabam não trazendo resultados duradouros. Esta forma de “gestão” pode criar um clima de exaustão nas pessoas.

Essa sensação de nunca conseguirem vencer as atividades e estarem sempre atarefadas pode gerar maior rotatividade, por isso é crucial ficar atento a alguns erros no estabelecimento de metas. Veja alguns exemplos dos erros:

  1. Não avaliam as competências dos colaboradores e sua aderência às metas;
  2. Não realizam uma análise profunda sobre as metas desenhadas, tornando-as muito genéricas ou subjetivas, dificultando mensurá-las de forma clara;
  3. Tem uma estrutura de custos muito restrita que não inclui ferramentas básicas de trabalho;
  4. Tem dificuldade em estabelecer treinamentos ou grupos de trabalho para capacitar os colaboradores;
  5. Não estabelecem uma gestão de metas eficiente para acompanhar o andamento das tarefas;
  6. Ferramentas incorretas de indicadores de desempenho (KPI’s);
  7. Falta de alinhamento com os colaboradores.

Esses são alguns erros de gestão que podem prejudicar a produtividade do time e os resultados da empresa. Por isso, é importante realizar a definição dos objetivos e dos recursos necessários de forma eficiente.

Como realizar o alinhamento de metas e recursos disponíveis?

Sabemos que esse alinhamento não é fácil, devido ao senso de urgência das empresas na busca por resultados imediatos. Entretanto, o problema pode estar em toda a etapa do planejamento.

É preciso planejar as metas organizacionais através de histórico e benchmarking, detalhando os problemas em níveis menores afim de localizar e definir onde atuar. Isso permite que:

  • As metas sejam quantitativas e fique claro seu sucesso ou insucesso;
  • Sejam criadas equipes de acordo com sua competência para atingir metas;
  • Um mapeamento das ferramentas necessárias para determinada atividade seja feito;
  • A rotina de trabalho fique mais estruturada e se criem impactos positivos no ambiente de trabalho;
  • Seja aplicado a avaliação de performance para melhorar o desempenho e os resultados.

Caso o contrário, as reuniões de acompanhamento de metas podem continuar com resultados no vermelho. E qual explicação será dada para isso? A de que o objetivo foi mal estabelecido e que não há recursos (orçamento) para levar as ações a cabo.

O Impacto das metas na satisfação do trabalho e clima organizacional

Tomando o bom planejamento como regra, as empresas conseguem eliminar os erros de gestão e, consequentemente, definir objetivos factíveis. Um desdobramento de metas efetivo alinha os desafios da organização com o dos colaboradores.

Isso porque é possível não só delinear um ponto final, mas o caminho e os instrumentos para se chegar até lá. E o que se espera quando há um alinhamento entre a empresa e seus funcionários?

  • Uma equipe mais motivada, que confia na organização e sente-se confortável para trilhar os objetivos estabelecidos;
  • Menor incerteza na comunicação e impacto positivo no ambiente de trabalho;
  • Metas claras para recompensar colaboradores de alta performance;

O objetivo final é o de que os resultados sejam alcançados e para isso é necessário ter uma estratégia bem definida e ferramentas adequadas para que todos os colaboradores contribuírem ao máximo com suas competências para atingir as metas.

Quais as vantagens das metas organizacionais?

Uma das maiores vantagens de implementar um programa de metas organizacionais é por proporcionar melhorias contínuas e impulsionar os resultados. Além de auxiliar os gestores na análise sobre possíveis falhas e outros eventuais problemas que precisam ser solucionados.

O benefício de utilizar a estratégia das metas é que elas dão uma direção para os colaboradores e para os negócios, de forma que todos sigam o caminho correto para alcançar todos os objetivos e atingir a missão desejada.

Com esse programa, não dá margem para ambiguidade, as metas são medidas e analisadas com dados reais. Os colaboradores se sentem mais motivados pela possibilidade real de conseguir alcançar seus objetivos e receber incentivos, além de colocar prazos realísticos para que as metas organizacionais não fiquem só no planejamento.

 

Enfim, como você pode perceber, existem diversos motivos para começar agora a adotar essa metodologia na sua empresa, já que para manter a produtividade da sua equipe precisa manter um alto desempenho e ter resultados além do esperado.

O mais importante de tudo é utilizar as ferramentas certas para que todo o seu esforço traga resultados. Por isso, recomendamos a leitura do artigo sobre o Ciclo PDCA para você se manter atualizado sobre todo processo das metas e saber como corrigir as ações de forma eficiente na sua empresa.

Gostou desse artigo? Compartilhe.