Employee Experience: o que é e como implementar na sua empresa

Karine Moreira | 14 de janeiro de 2022

Employee Experience (EX), ou na tradução em português, Experiência do Funcionário, é uma estratégia de gestão de pessoas que tem como objetivo fortalecer o vínculo entre a empresa e seus colaboradores.

employee_experience

Nos últimos tempos, a preocupação das organizações sobre o bem-estar de seus colaboradores tem aumentado cada vez mais. Por isso, é muito importante entender o conceito de Employee Experience e seus benefícios para o ambiente de trabalho.

De acordo com uma pesquisa da Gartner, apenas 13% dos colaboradores estão totalmente satisfeitos com sua experiência no ambiente interno de trabalho. Nesse cenário, tem sido cada vez mais necessário investir em ações que aumentem a satisfação e engajamento das equipes.

Saiba mais sobre o que é Employee Experience, sua importância e como implementar na sua empresa para garantir os melhores resultados.

O que é Employee Experience

Employee Experience (EX) significa ter o colaborador como o foco durante uma tomada de decisão do setor de gestão de pessoas. O objetivo é elaborar ações que visam fortalecer o vínculo, o bem-estar e uma boa experiência para todos.

Conforme o glossário da Gartner, a experiência do funcionário é a maneira pela qual os funcionários internalizam e interpretam as interações que têm com sua organização, bem como o contexto que está por trás dessas interações.

Ou seja, o Employee Experience visa a valorização do capital humano e os coloca como o centro de tudo. Assim, a empresa investe na retenção de talentos e na promoção de uma equipe de alta performance.

Ter o EX como estratégia de gestão é considerado um diferencial competitivo. Alguns exemplos de Employee Experience são:

  • Criar ações de engajamento de pessoas;
  • Ter políticas de trabalho mais flexíveis;
  • Fornecer equipamentos de qualidade;
  • Investir em um pacote de benefícios atrativo.

Contudo, essas iniciativas não devem ser feitas isoladamente. Pois, o Employee Experience é o conjunto de esforços focados em melhorar a jornada do colaborador. Logo, a atenção ao funcionário precisa ser feita desde o período do processo seletivo, até o seu Offboarding.

As 3 forças do Employee Experience

Para otimizar a experiência dos colaboradores com a empresa, é preciso ter em mente as 3 forças abaixo:

Ambiente físico

No ambiente físico é importante que a empresa ofereça um espaço agradável e confortável. Como: ter uma boa infraestrutura, que seja segura, acessível e tranquila.

Ambiente tecnológico

No contexto tecnológico, a empresa precisa se manter atualizada com os avanços tecnológicos, oferecendo ferramentas modernas para que todos consigam realizar seu trabalho sem dificuldades.

Não só na parte de um bom equipamento, mas também fornecer acesso a plataformas de capacitação, por exemplo. Assim, o colaborador se manterá atualizado também, elevando seu desempenho e tornando-se mais qualificado.

Ambiente cultural

Aqui é feito o alinhamento do estilo de liderança à cultura organizacional. É preciso se atentar a isso para promover e influenciar de forma positiva os comportamentos a atitudes do time.

Employee Experience e Employer Branding

O Employer Branding, ou na tradução a Marca Empregadora, é a reputação que uma empresa tem. Exemplo disso é se a empresa é ou não um bom lugar para se trabalhar.

As empresas que são consideradas uma marca empregadora forte e consolidada no mercado investem em práticas e ações para que seus colaboradores compreendam seus valores no ambiente interno.

E a diferença entre Employee Experience e Employer Branding é justamente pelo fato que a marca empregadora é o posicionamento de negócio como um todo. E a experiência do funcionário é o conjunto de ações aplicadas no cotidiano.

As vantagens do Employee Experience

Confira só as principais vantagens de investir na experiência dos seus funcionários:

Promove a marca empregadora

A marca empregadora, ou também conhecida como Employer Branding, é um conjunto de ações que uma empresa faz para fortalecer sua imagem e se promover como um bom lugar para se trabalhar. E isso caminha junto com o RH Estratégico.

A partir dessas ações, a marca se torna mais competitiva, já que consegue atrair os melhores talentos. Afinal, as pessoas vão querer fazer parte da sua organização e buscar se aplicar nos seus processos seletivos.

Tanto no ambiente interno quando nas redes sociais precisam praticar essas estratégias para manter um bom relacionamento com seu pessoal e fornecer uma boa experiência.

Desenvolve as relações interpessoais

Por ser um processo estratégico, a experiência do colaborador tem como objetivo melhorar a percepção das pessoas em relação a empresa e buscar a alta performance.

Nesse sentido, é preciso alinhar os valores da organização com os dos profissionais e monitorar tudo de perto para que todos sejam modelo do que a empresa acredita e como ela se posiciona no mercado.

Dessa forma, a marca pode criar estratégias para alinhar as expectativas e disseminar essa identidade desde o Onboarding. No fim, os colaboradores começarão a replicar essas boas práticas, desenvolver as relações interpessoais, fortalecer o vínculo e a comunicação.

Diminui a taxa de turnover e de absenteísmo

Pelo fato de o Employee Experience fortalecer a cultura organizacional por meio da comunicação e da transparência, a tendência é que a taxa de rotatividade e de absenteísmo diminua.

A pesquisa da Gartner também aponta que melhorar a forma como a experiência é sentida pelos colaboradores pode reduzir a rotatividade, a proteger os melhores talentos e apoiar os resultados do negócio.

Cria um clima organizacional favorável

Ao implementar todas essas melhorias citadas, como ter um pacote de benefícios atrativo, melhorar os relacionamentos interpessoais, desenvolver líderes que sabem lidar com todo tipo de situação, a empresa constrói um clima organizacional mais favorável e harmônico.

E para continuar mantendo o clima agradável, estimule a transparência e o diálogo com reuniões de feedback com seus colaboradores. Outras dicas são: fazer Pesquisa de clima, eNPS e usar como indicador o People Analytics.

Reduz os custos com RH

Com o fortalecimento da gestão estratégica de pessoas, o departamento de RH tem se tornado uma área essencial para os negócios, por assumir justamente essa parte mais estratégica. Assim, reduz os custos com o RH.

Ao realizar todas essas melhorias dentro do ambiente interno, como redução de rotatividade, a empresa já está tendo menos gastos com novos processos seletivos, rescisões e treinamentos, por exemplo.

Como implementar o Employee Experience na sua empresa

Para conseguir melhorar o cotidiano da sua equipe, é importante entender sobre como aplicar as ações de experiência dos colaboradores. Saiba agora algumas delas:

1. Invista no People Analytics

A primeira ação é colocar em prática o People Analytics. Com essa ferramenta, é possível compreender melhor sobre cada pessoa na sua empresa. De forma que você entenderá as diferenças e individualidades dos colaboradores.

Além disso, você também conseguirá fazer uma análise completa sobre a performance dos profissionais e entender como criar ações de melhoria ou se preparar para tomadas de decisão, de acordo com os interesses de cada pessoa.

E com os dados do People Analytics você implementará estratégias assertivas para otimizar a experiência de seus funcionários. Essa ferramenta é indispensável dentro do RH estratégico.

2. Desenhe a jornada do colaborador

Semelhante à jornada do cliente, a jornada do colaborador é muito importante quando pensamos em Employee Experience. Por meio desse desenho, se identifica gaps e oportunidades de melhorias internas. Afinal, é um mapeamento de todo o ciclo dos profissionais da sua empresa.

Com essa estratégia em prática, você consegue se antecipar com os imprevistos e combater o turnover ou absenteísmo. Inclusive, identificar formas de atrair talentos e elevar o engajamento.

3. Invista em benefícios

Os benefícios têm sido um dos maiores diferenciais competitivos para as novas gerações, já que é visto como uma forma de valorização do capital humano e por proporcionar mais qualidade de vida.

Fornecer benefícios como jornada de trabalho flexível, auxílio home office, day off ou até mesmo incentivos ao desenvolvimento são alguns dos exemplos mais comuns de empresas que querem se destacar no mercado e criar uma boa experiência para seus colaboradores.

4. Desenvolva o seu time

Manter o desenvolvimento do seu time é um grande aliado do Employee Experience e do processo motivacional. Afinal, incentivar o crescimento pessoal e profissional faz com que os colaboradores melhorem seu desempenho, entreguem melhores resultados, adquirirem mais confiança e autonomia.

Enfim, o Employee Experience é uma estratégia que alcança diversas áreas dentro da gestão de pessoas e traz muitos benefícios para a empresa em diversos aspectos. Além disso, é muito útil para gerar resultados cada vez melhores e investir em uma boa reputação no mercado.

E, se caso você tenha interesse em saber mais sobre outras estratégias que impulsionem o engajamento e retenção de seus talentos, baixe agora nosso ebook completo sobre esse assunto!

Posts relacionados

Quer receber nossos conteúdos diretamente no seu e-mail?

Assine a nossa newsletter para receber os melhores conteúdos. Faça parte da nossa comunidade!