gestao_de_pessoas

7 de maio de 2021

Gestão de Pessoas: o que é, importância, pilares e estratégias de como fazer

Gestão de pessoas é a prática de desenvolver e dar o suporte para todos os colaboradores na empresa. Ou seja, é um conjunto de técnicas e ações para motivar, reter e capacitar uma equipe, com a intenção de impulsionar o desempenho.

Além disto, a gestão de pessoas é o principal setor que foca em construir uma relação entre empresa e colaborador. Inclusive, atua na melhoria dos processos e do ambiente interno para elevar os resultados.

Enfim, saiba neste artigo tudo sobre gestão de pessoas, sua importância dentro do contexto da área de recursos humanos e como fazer uma gestão de sucesso dentro da sua empresa!

O que é Gestão de Pessoas

A gestão de pessoas pode ser classificada como o conjunto de práticas e métodos que tem o objetivo de administrar o comportamento e o desenvolvimento do capital humano na empresa.

Neste sentido, esta estratégia auxilia no clima organizacional e favorece o bem-estar de todos no ambiente interno. Além disto, potencializa a produtividade, quando se utiliza corretamente das técnicas de gestão.

Mas para ter uma gestão estratégica de pessoas, é necessário ter um alinhamento da equipe em relação à cultura organizacional. Desta forma, as ações são focadas no engajamento e eleva o crescimento das pessoas e da organização.

Enfim, a gestão de pessoas pode ser eficaz e eficiente a partir do momento que os colaboradores possuem boas condições de trabalho, estão satisfeitos e tem comprometimento com o negócio.

Porque a Gestão de Pessoas é importante

Já ouviu falar que as pessoas são o bem mais valioso de uma empresa? Então, este é um dos motivos da gestão de pessoas ser tão importante. Em soma, ajuda na motivação e controla a alta rotatividade.

Um profissional visa de uma empresa a possibilidade de crescimento, valorização, reconhecimento, entre outros. Neste sentido, as estratégias de gestão de pessoas devem suprir esses desejos.

Confira só os objetivos da gestão de pessoas para entender melhor a sua importância:

  • Ajuda a empresa no alcance das metas e no desenvolvimento de ações de RH estratégico para os negócios;
  • Contribui para uma cultura de alto desempenho e uma equipe engajada;
  • Eleva o senso de propósito e um comportamento colaborativo;
  • Estimula a inovação e a criatividade para dar suporte aos líderes;
  • Garante a retenção de talentos e profissionais mais qualificados;
  • Melhora o clima e aumenta o nível de confiança entre líderes e liderados;
  • Incentiva uma abordagem mais ética da gestão e nas relações de trabalho.

A diferença entre Gestão de Pessoas x e Recursos Humanos (RH)

Quando falamos de Gestão de Pessoas é comum associarmos a ideia ao departamento de RH de determinada empresa. No entanto, há diferenças elementares entre os dois termos.

Isso porque a Gestão de Pessoas tem como objetivo humanizar os procedimentos internos, envolvendo a participação dos funcionários de uma determinada empresa em todas as áreas, com objetivo de impulsionar a capacitação de cada um.

Já os Recursos Humanos são, por assim dizer, as ferramentas as quais o administrador lança mão para conduzir processos de contratação (captação), demissão e acompanhamento.

Assim, fica fácil deduzir que a Gestão de Pessoas deve ser feita por líderes ou diretores e gestores com plenas características de liderança.

Já o setor de Recursos Humanos, pode ser gerenciado por um profissional capacitado, não necessariamente um líder. Afinal, o RH tradicional se restringe a atividades administrativas (ou meramente operacionais).

Quais são os pilares da gestão de pessoas

As ações e técnicas da gestão de pessoas podem ser em 5 pilares. A partir deles, é possível criar processos mais estratégicos e focado em aumentar o bem-estar dos colaboradores. Confira só:

1.   Motivação

Como já mencionado, a motivação é um pilar fundamental para garantir que a equipe esteja com alto desempenho e dando o melhor de si. Inclusive, é crucial saber identificar o que gera o bem-estar dos colaboradores e como reverter situações adversas.

As empresas que não identificam seus talentos perdem a chance de potencializar seus resultados. Além de não aproveitarem os conhecimentos e habilidades existentes em sua plenitude, não criam um ambiente saudável de desafio e motivação.

Ter incentivos financeiros e emocionais, um plano de carreira conciso, são algumas ações para manter a motivação positiva. Incluir bonificações por metas também é um a outra estratégia de gratificação da gestão de pessoas.

2.   Comunicação assertiva

A comunicação é uma base essencial do pilar da gestão estratégica de pessoas. Já que traz maior clareza e transparência para a equipe, além de eliminar as más interpretações e desentendimentos.

Com uma comunicação mais objetiva e assertiva, os colaboradores se sentem mais confortáveis. Então, o feedback, é uma ferramenta indispensável para melhorar esses diálogos.

Quando se dá um retorno sobre o desempenho ou alguma atitude, é possível direcionar todos para o melhor caminho. No contrário, as pessoas ficam à deriva, sem saber o que é esperado, se estão indo bem e nem o que precisam melhorar.

3.   Conhecimento e Competência

Com olhos voltados para as metas do negócio e suas estratégias, algumas iniciativas da gestão são: captar, desenvolver, reter e reconhecer pessoas, tendo como base as estratégias e metas das suas organizações.

Isto acontece porque não existe funcionário pronto. E, o conhecimento técnico pode e deve ser ensinado, assim como as competências também devem ser desenvolvidas.

Ter a oportunidade para o profissional aprender e crescer dentro da empresa é muito importante. E uma gestão de pessoas estratégica valoriza isso. Desta forma, é tido um alto desempenho e resultados cada vez melhores.

Algumas práticas para isto são as avaliações de desempenho e de performance. Com elas, é possível identificar as competências necessárias para cada área e ter uma visão mais estratégica do que precisa ser desenvolvido.

4.   Treinamento e Desenvolvimento

Neste pilar, é feito o processo de treinamento e desenvolvimento para colocar em prática toda as estratégias. Após identificar as lacunas é realizado o plano para que todos alcancem seu potencial.

Incentivar o conhecimento é uma forma de ajudar os colaboradores ao mesmo tempo que ajuda a empresa. Pois os dois crescem juntos e os resultados são positivos para ambos.

5.   Trabalho em equipe

Por fim, também tem o trabalho em equipe, que é uma tarefa bem complexa dentro da gestão de pessoas. Afinal, saber incentivar e proporcionar um ambiente agradável para que isto aconteça não é fácil.

Neste sentido, utilizar de algumas ferramentas pode ajudar a fazer com que todos trabalhem bem em conjunto. Sendo, a principal delas as metas! Já que todos estão atrás deste mesmo objetivo em comum.

Ter o espírito de equipe diminui os conflitos, eleva o engajamento e fortalece o companheirismo com o time. Algumas ações para isto podem ser o happy hour, confraternizações, reuniões de acompanhamento, entre outros.

gestão_de_pessoas

Como fazer Gestão de Pessoas

Atualmente, o departamento pessoal e o RH como um todo não se preocupa apenas com os processos burocráticos. Cada vez mais, estas áreas tem se aproximado da alta gestão e tem sido estratégico.

Afinal, o maior objetivo é desenvolver pessoas e, ter as ferramentas certas para isto auxilia a ter mais agilidade e a ter mais tempo para cuidar do capital humano. Desta maneira, é possível ter a gestão de pessoas como diferencial competitivo.

Por isto, invista no Employee Experience, utilize o People Analytics e tenha mais tecnologia no RH. Pois isto influencia diretamente no engajamento e na motivação dos seus colaboradores. Além disto, deixa seu RH muito mais estratégico.

Conclusão

Enfim, quando as pessoas se sentem valorizadas, a motivação e o engajamento são muito maiores. E isto acontece justamente com uma gestão de pessoas eficiente e eficaz.

O importante dentro desta estratégia é ouvir os seus colaboradores, criar um relacionamento com todos da equipe e utilizar de todas as ferramentas disponíveis no mercado para conseguir potencializar todas as ações e processos também.

E, por fim, promova o bom clima organizacional e uma cultura de sucesso. Desta forma, atrair e reter talentos será uma tarefa muito mais prática e trará ótimos resultados.

Em conclusão, gostaríamos de recomendar nosso e-book sobre O guia básico para a Gestão de Performance no mundo digital. Assim, você conseguirá direcionar a sua equipe para o alto desempenho!

Gostou desse artigo? Compartilhe.