Feedforward: o que é, exemplos e como aplicar na prática

Avatar photo Rebeca Rohr | 9 de novembro de 2021

Feedforward é um conceito muito utilizando dentro do universo organizacional como uma ferramenta de orientação profissional que visa desenvolver as competências dos colaboradores.

feedforward

Em um mercado cada vez mais competitivo, é muito importante ter boas técnicas para reter, engajar e promover o crescimento dos funcionários na organização. E é justamente com este olhar para frente que entra o feedforward.  

Saiba ao longo deste artigo o que é feedforward, sua importância, como funciona dentro das empresas, a diferença entre ela e o feedback, alguns exemplos e como aplicar na prática! 

O que é feedforward  

A tradução literal do feedforward em inglês é “avançar” ou “nutrir o futuro”. E seu significado em português é “olhar para frente”. Ou seja, feedforward é uma ferramenta que orienta e desenvolve as competências dos profissionais para alcançarem seu potencial.  

Este conceito foi criado por Marshall Goldsmith, famoso por ser referência mundial em gestão e por sua dezena de livros publicados sobre liderança e comportamento pessoal. Além disto, é educador executivo, tendo ajudado vários líderes e CEOs a lidar com as mudanças no ambiente interno. 

Os principais objetivos que o feedforward visa alcançar são: acelerar o aprimoramento e otimizar as hard e soft skills de cada colaborador para que eles entreguem os melhores resultados. 

Contudo, é importante realizar uma análise do comportamento de cada membro da equipe, identificar as competências que precisam ser desenvolvidas para um futuro próximo e monitorar todo o processo de desenvolvimento de cada um. 

Entenda a diferença entre feedback e feedforward 

Antes de tudo, é válido ressaltar que, um não substitui o outro. O feedback e o feedforward não se anulam, mas sim, se complementam.  

Veja agora mais detalhadamente a diferença entre esses dois conceitos: 

Feedback 

Feedback vem de “dar um retorno” e é voltado para análises sobre as atitudes, comportamentos e ações que aconteceram no passado. Pode acontecer feedback do líder para o liderado ou o contrário e existem diversos tipos de feedback dentro das empresas, como: construtivo, positivo e negativo.  

E a intenção dessa ferramenta é fornecer maior motivação e alinhar as expectativas por meio de respostas claras, pontuais e objetivas sobre a postura e as ações dos colaboradores. Também se informa os resultados da avaliação de desempenho e sobre o comportamento de cada um. 

Dentro do ambiente interno, o feedback também tem algumas características, como: 

  • Um contexto específico para entender a situação que deu origem ao feedback; 
  • Um comportamento que precisa ser entendido; 
  • Teve um impacto que precisa ser explicado e entendido, e as consequências que são geradas; 
  • A expectativa que são as possíveis soluções para sair dessa situação.  

Enfim, o feedback, normalmente, é feito logo após um acontecimento, seja positivo ou negativo, já que precisa acontecer enquanto a situação ainda é recente. Mas, é importante ter em mente que não pode acontecer em momentos de desequilíbrio emocional da parte de quem dá o feedback. 

Feedforward 

Feedforward, como pontuamos, significa “olhar adiante”, ou seja, é voltado para as ações futuras. O foco dessa ferramenta é sobre quem a pessoa é hoje, no presente, e o que ela pode ser no futuro. 

O objetivo é dar direcionamentos, criar estratégias e fornecer o autoconhecimento para que os colaboradores atinjam ao máximo seu potencial. Além disto, ajuda a desenvolver e engajar as pessoas.  

Um de seus pilares também é proporcionar a positividade nas equipes, pontuando sobre os acertos e qualidades para elevar o desempenho de cada um. Logo, não tem base nos pontos negativos

Também ajuda a prever os aspectos que precisam ser melhorados para que, mais para frente, a pessoa consiga lidar com os desafios propostos e ter uma alta performance. 

No universo de gestão de pessoas, o feedforward também ganha outras características. Como:  

  • Utiliza os erros do passado apenas como aprendizado e prevenção dessas atitudes; 
  • Desenvolve novos talentos; 
  • Estimula a autorreflexão;  
  • Incentiva a busca por melhorias comportamentais e profissionais. 

A aplicação do feedforward é feita por meio de questionamentos que fornecem a autorreflexão. Na prática, também é necessário ter um plano de ação para que todo o processo aconteça como o esperado.

A importância do feedforward 

O feedforward analisa o presente e propõe ações de melhorias futuras, reconhecendo os pontos que precisam ser trabalhados e, assim, potencializar o desenvolvimento e crescimento das pessoas na organização.  

É por ter um olhar direcionado para o horizonte que o feedforward baseia as suas orientações para os colaboradores. E por ser uma ferramenta de monitoramento também, é utilizada para o aprimoramento contínuo dos profissionais. 

O feedforward também auxilia no autoconhecimento, para os líderes e liderados entenderem melhor sobre o que precisa ser desenvolvido e a utilizarem os melhores recursos para atingir esses objetivos. 

Outro ponto importante nessa prática é ajudar para que diálogo entre a empresa e funcionários seja constante e efetivo.  

É válido ressaltar que, o uso do feedforward reforça que a empresa necessita de uma cultura organizacional forte e processos claros para divulgar seu propósito, visão, missão e para onde querem chegar. E esse propósito precisa estar alinhado entre os líderes também. 

Como funciona o feedforward  

O feedforward tem como uma de suas estratégias auxiliar na potencialização do engajamento, do desempenho e desenvolvimento no ambiente interno. Desta forma, estabelece um vínculo afetivo de empatia e confiança entre a empresa e os colaboradores, o que é essencial para o funcionamento da organização. 

Na prática, também ajuda na construção de um clima organizacional saudável e amigável, reunindo a equipe para ter uma comunicação franca, levantando os pontos de atenção que precisam ser melhorados. E, para esta tarefa, o suporte do líder é fundamental. 

Entretanto, é necessário envolver os colaboradores desde o começo, os questionando sobre o que gostariam de mudar ou ter em suas vidas profissionais. Além disso, é preciso perguntar sobre o que se espera de suas carreiras no longo prazo e como conseguirão atingir essas metas e objetivos. 

Isso tudo é relevante porque a intenção do feedforward é justamente demonstrar que a companhia se preocupa com seus funcionários e almeja que eles evoluam e cresçam profissionalmente. Esse tipo de atitude deixa o ambiente muito mais humanizado e produtivo. 

Os líderes têm uma grande importância na implementação das estratégias de feedforward. Já que, são eles quem irão estar próximos das equipes e quem irão fornecer esse diálogo aberto para os times. 

Como aplicar o feedforward na prática 

Para aplicar corretamente o feedforward, primeiramente, é fundamental ter um diálogo claro, franco e constante dentro da organização. Inclusive, é recomendado que os colaboradores contribuam com sugestões de melhorias internas da qual terá influência nos resultados da equipe.  

E o feedforward pode ser aplicado de diversas formas, a mais comum é no contexto de treinamentos corporativos e na criação de planos desenvolvimento. O importante é que haja uma cultura de evolução profissional por meio do autoconhecimento. 

Na prática, a aplicação do processo de feedforward acontece como forma de diálogo focado no que aquele profissional deseja ser no futuro próximo, tanto nas habilidades técnicas quanto comportamentais. 

Entretanto, não é levado em consideração as ações do passado da mesma forma que acontece com o feedback. Não se aponta erros no feedforward, mas evidencia os acertos e torna mais claro as características favoráveis.  

Existem também alguns questionamentos que são feitos durante a aplicação da técnica para entender melhor sobre aquele colaborador. Essas perguntas têm a intenção de trazer uma reflexão sobre o presente e ajudar na construção do futuro. 

No geral, o processo de feedforward analisa as competências atuais e quais são as habilidade ou comportamentos que precisam ser desenvolvidos durante um tempo pré-determinado para alcançar as metas estabelecidas. 

Se, por exemplo, um colaborador pretende se tornar um gestor, o feedforward irá auxiliá-lo a entender quais pontos são necessários trabalhar para conseguir atingir esse objetivo. Como: na capacidade de comunicação ou na criação de relações interpessoais.

Exemplos de feedforward

Para ilustrar e tornar mais claro sobre como dar feedforward nas empresas, separamos alguns exemplos práticos de perguntas que podem ser feitas durante um diálogo com seus colaboradores. Confira só: 

  • Quais competências (conhecimentos, comportamentos e atitudes) você acredita que precisa aprimorar ou desenvolver? 
  • Quais são os objetivos que você pretende alcançar? 
  • Como você imagina o seu futuro? 
  • Por onde e como devem começar as mudanças na sua vida? 
  • Como você se visualiza aqui na empresa alguns anos? 
  • Você tem interesse de ter uma carreira X ou Y?  
  • Você está satisfeito com o que você tem feito na função atual? 
  • O é preciso fazer para melhorar tal atitude daqui para frente? 

Após coletar essas informações, você está apto para criar um plano de desenvolvimento (PDI) ou um plano de treinamento para desenvolver as competências levantadas e alcançar as metas desejadas.  

Assim, os profissionais terão maior clareza sobre as mudanças que precisam ser melhoradas e potencializar a chance de isso acontecer de fato.

Quando usar o feedforward 

O feedforward pode ser usado a qualquer momento e quando achar ser relevante para a organização. Sendo uma ferramenta de uso contínuo dentro das empresas.  

Mas, normalmente, se estabelece um planejamento para formalizar os processos. Por isto, estabeleça um cronograma de acordo com o seu modelo de negócios. 

Enfim, como vimos durante este artigo, o feedforward traz diversas vantagens tanto para a empresa quanto para os colaboradores. E sua aplicação é considerada muito importante, principalmente por antecipar e minimizar problemas.  

Além disto, mostra que a empresa valoriza o desenvolvimento do seu pessoal e se preocupa com seu futuro. E utilizá-la em conjunto com o feedback é uma das melhores formas de elevar o crescimento das pessoas e da sua organização. 

Em conclusão, gostaríamos de recomendar nosso e-book gratuito sobre Tudo que você precisa saber sobre Feedback. Com esse material, você saberá como criar práticas mais assertivas e terá dicas infalíveis para dar um bom feedback. Baixe agora! 

Artigos relacionados

Faça parte da nossa comunidade e receba conteúdos valiosos no seu e-mail.

     

    Solicite agora uma demonstração.

    Preencha os campos ao lado para agendar uma demonstração da nossa plataforma.