planejamento_estrategico

27 de agosto de 2020

Planejamento Estratégico: o que é, como fazer, quais os tipos?

O Planejamento Estratégico tem por definição o processo e o ato de desenvolver a estratégia de uma empresa e estabelecer os objetivos a serem alcançados. Assim, é possível definir as ações práticas e o passo a passo para impulsionar os resultados.

O planejamento serve para compreender o que deve ser feito, por que deve ser feito e como será as diretrizes que levarão ao crescimento da organização, desde a estratégia à tática. Em um mercado cada vez mais competitivo, existem algumas práticas que auxiliam a ter maior agilidade para alcançar o sucesso na Gestão Empresarial.

Saiba neste artigo o conceito de Planejamento Estratégico, a importância de adotar esse modelo e aprenda como fazer um plano que pode te ajudar a tomar decisões mais assertivas para a sua empresa!

Afinal, o que é Planejamento Estratégico?

Planejar significa criar um plano que possa levar a um determinado objetivo. Já a estratégia, é a ação de elaborar o melhor caminho para alcançar as metas. Ou seja, o planejamento estratégico é um processo sistêmico, que explora as melhores condições e as formas que levam ao sucesso organizacional.

Com o planejamento é possível identificar a situação atual, visualizar cenários e realizar a análise sobre o futuro, com as expectativas da empresa para os próximos anos. Após definir esses passos, é necessário acertar a rota, para então tomar as decisões e mobilizar as ações focadas nos objetivos organizacionais.

No planejamento estratégico é fundamental utilizar algumas metodologias e fazer pesquisas para que a parte prática seja conforme o esperado. O plano pode ocorrer anualmente, mensalmente ou até a longo prazo. Tudo depende dos objetivos que se pretende alcançar e as prioridades da empresa.

Como fazer o Planejamento Estratégico na prática?

Para entender como fazer o planejamento estratégico organizacional e colocar em prática os seus conceitos, é necessário responder algumas perguntas, como os exemplos abaixo:

  1. Por que a empresa existe?
  2. Onde ela está?
  3. Onde quer chegar?
  4. Como chegará lá?

O plano responde essas perguntas, entende a situação atual da empresa, realiza a análise para saber o caminho certo e alcançar melhores resultados. Utilizar a Gestão Estratégica nessa hora é crucial para manter tudo sob controle, principalmente a cultura organizacional.

Na prática, o plano só começa a após definir a solução para esses problemas:

Saber quem realmente é

A empresa precisa entender sua própria identidade, ter uma definição clara e objetiva sobre si e o que querem ser no futuro. Nesse processo entender mais sobre Missão, Visão e Valores auxilia a construir um planejamento estratégico muito mais robusto e entender seus pontos fortes e fracos.

Com a metodologia da Análise SWOT é desenvolvido também as forças (potencialidades) e as fraquezas (deficiências) internas da companhia e as oportunidades e ameaças do ambiente externo.

Onde está e onde quer chegar

Nessa etapa, se realiza o Mapa Estratégico, os Objetivos, as Metas e a visão de futuro. Sempre analisando os cenários externos, para que os objetivos sejam definidos para o curto, médio e longo prazo.

As metas devem ser realistas e o planejamento dos objetivos devem ser cumpridos, por isso de atende bem ao que você impõe e certifique que será cumprido.

Conseguir chegar lá

Infelizmente acontece casos que se investe recursos e tempo e não consegue chegar aonde gostaria. Por isso, é fundamental planejar bem para conseguir alcançar o sucesso esperado. Ter a ajuda dos colaboradores e líderes pode impulsionar a sua estratégia, além de deixar a empresa muito preparada para os desafios.

É necessário ouvir a opinião de todos e incluir os funcionários na tomada de decisões, assim que eles vão se sentir incluídos e colaborar com novas ideias. Afinal, eles entendem bem os pontos fortes e fracos da empresa.

Enfim, para fazer o planejamento é necessário tomar esses cuidados e utilizar ferramentas e softwares podem ser de grande ajuda, plataformas sistemas ERP ou sistemas integrados de gestão são os mais adequados para elaborar toda a estrutura.

Quais são as decisões básicas para o Planejamento Estratégico

O planejamento estratégico deve comportar decisões sobre o futuro da organização, como:

  • Objetivos organizacionais a longo prazo e seu desdobramento em objetivos departamentais detalhados;
  • As atividades escolhidas, isto é, os produtos (bens ou serviços), que a organização pretende produzir;
  • O mercado visado pela organização, ou seja, os consumidores ou clientes que ela pretende abranger com seus produtos;
  • Os lucros esperados para cada uma de suas atividades;
  • Alternativas estratégicas quanto às suas atividades (manter o produto atual, maior penetração no mercado atual, desenvolver novos mercados);
  • Interação vertical em direção aos fornecedores de recursos ou integração horizontal em direção aos consumidores ou clientes;
  • Novos investimentos em recursos (materiais, financeiros, máquinas e equipamentos, recursos humanos, tecnologia, etc..), para inovação (mudanças), ou para crescimento (expansão); como alcançar a excelência em planejamento estratégico?

Desta forma, é possível entender melhor porque o planejamento estratégico é a chave para o aumento da produtividade e a melhora dos resultados das empresas.

A importância do Planejamento Estratégico nas empresas

O maior objetivo do planejamento estratégico é servir de guia para as ações que serão realizadas durante um período de tempo na empresa. É a partir dele que se administra o tempo, recursos e energia. Por consequência disso, também auxilia na identificação de problemas e elaboração de melhorias, colaborando para que os esforços valham a pena.

Existem diversos benefícios práticos que podem fazer diferente em todos os setores do seu negócio. Veja só:

  1. Maior organização: A partir do plano, a visão da empresa se torna mais estratégica, com objetivos mais claros e assertivos. Quando formalizado, o planejamento se torna tangível e tático;
  2. Assertividade nas decisões: a tomada de decisões se torna mais assertiva e ágil, levando a empresa no lugar que se quer chegar;
  3. Decisões baseada em dados: As decisões e ações são realizadas baseadas em dados e métricas. Com o sistema, a visualização das metas atingidas e das que não estão performando muito bem se torna mais prática;
  4. Priorização de tarefas: O planejamento organiza e prioriza as ações que serão tomadas, com o auxílio de um cronograma do que precisa ser feito de acordo com o prazo.
  5. Eleva a produtividade: os colaboradores se sentem mais motivados e a produtividade é maior, além de elevar a qualidade nas entregas. Todos possuem funções pré-estabelecidas e o foco é centralizado nas tarefas.

Com o planejamento estratégico também é possível resumir o propósito da organização, analisando as ações do presente e como isso reflete no futuro. Realizando o alinhamento estratégico de todos que participam do plano.

Os tipos de Planejamento Estratégico

Existem dois tipos de planejamento bem comuns, mas também tem algumas diferenças entre eles, saiba agora quais são:

Planejamento Tático

É determinado como a estratégia da empresa será realizada e o seu contexto, seja focado em uma unidade de negócio, de suporte a uma área, para um departamento específico ou individual.

Planejamento Operacional

A parte operacional não é exatamente um planejamento, mas sim os processos de operação do projeto. A parte operacional é responsável em manter os processos alinhados com os objetivos estratégicos coerentes e em ação.

Errei no planejamento estratégico da minha empresa, e agora?

Para que isto não aconteça novamente, segue uma relação dos principais erros cometidos por gestores na hora de fazer o planejamento estratégico de uma empresa.

1 Falta de divulgação 

Saber dos objetivos da empresa, quais suas metas de crescimento e onde ela quer chegar motiva seus colabores a quererem crescer com o negócio.

Um planejamento estratégico com uma visão clara de crescimento e ações bem definidas, faz com que a equipe se sinta confortável e que possa criar uma harmonia entre seus planos pessoais e profissionais.

Uma visão clara de crescimento também passa mais credibilidade para clientes e acionistas, mostrando seriedade na gestão e aumenta o comprometimento dos líderes em alcançar seus objetivos.

Por isso é essencial que haja um alinhamento estratégico entre todas as pessoas da organização.

2 Falta de acompanhamento das ações

Normalmente a elaboração de um planejamento estratégico empresarial resulta em um plano de ação recheado de atividades para diversos membros da equipe.

O problema é que muitas vezes estas ações não são realizadas e ficam no esquecimento, sem um acompanhamento periódico e uma cobrança para que tudo ocorra como planejado.

Acompanhar as atividades da equipe no dia a dia é fundamental para que os líderes garantam a aplicação por completa do planejamento estratégico.

3 Não ter definido metas claras e objetivas

Um dos erros mais comuns na elaboração de um planejamento estratégico está na definição da visão do negócio e das metas a serem alcançadas.

Visões como “Aumentar nossa participação no mercado” ou “Ser uma empresa referência em nossa área de atuação” não são objetivos claros.

Para que uma visão seja clara, ela precisa ter uma dimensão perceptível e com um prazo para acontecer, desta forma é possível medir se a dimensão definida foi alcançada no prazo estipulado.

A visão é o objetivo maior da empresa, onde ela pretende chegar em um determinado período de tempo. Para se alcançar a visão, sugere-se dividi-la em objetivos menores, com metas claras a serem alcançadas e indicadores que possam ser mensurados periodicamente.

4 Não medir e acompanhar os indicadores com frequência

Acompanhar os indicadores de desempenho com frequência pode ser uma das atividades que mais facilitem a aplicação do planejamento estratégico na empresa. Afinal, todos os objetivos definidos devem ter metas que serão medidas por indicadores. E, metodologias de gestão de indicadores são essenciais a esse propósito.

Por exemplo:

  • Uma empresa definiu que deve melhorar a qualidade de seu atendimento de telemarketing, este é o OBJETIVO;
  • Para medir se realmente está alcançando este objetivo, a empresa criou uma pesquisa de satisfação com seus clientes pedindo uma nota de avaliação do atendimento que vai de 0 a 5;
  • O INDICADOR será a média de avaliação da pesquisa medido mensalmente;
  • A META para esta indicador é obter uma média de avaliação de 3,8.

O acompanhamento frequente destes indicadores possibilita a empresa a tomar ações imediatas caso encontre algum problema no caminho.

A frequência da medição dos indicadores pode variar de acordo com os objetivos e o tipo de indicador, mas sugere-se que os resultados sejam sempre divulgados para a equipe. Saiba aonde as empresas estão errando no controle de metas e indicadores.

Também é válido uma bonificação para o time quando suas metas são alcançadas. Reconhecer e recompensar valoriza o trabalho realizado e motiva ainda mais os colabores.

 5 Não envolver a equipe na elaboração do planejamento da empresa

Apesar de algumas exceções, toda organização hoje depende de pessoas para alcançar seus objetivos, são elas o diferencial de qualquer negócio.

Não envolver a equipe, em especial os líderes na elaboração do planejamento estratégico do negócio pode soar para estas pessoas como uma ditadura onde elas devem simplesmente cumprir ordens.

Faça sessões de Brainstorming e escute sua equipe. Defina as metas e ações em conjunto, isto cria um comprometimento maior com todos em alcançar seus objetivos.

Como a tecnologia pode ajudar no Planejamento Estratégico

A tecnologia pode ser de grande aliada na hora de montar o seu planejamento e para obter resultados cada vez mais positivos. O motivo disso é por trazer maior agilidade na hora da construção das estratégias e no acompanhamento das métricas, entregando as informações dos dados em tempo real.

Mas como escolher um bom software de planejamento? Existem alguns itens necessários para se avaliar antes de tomar alguma decisão sobre um produto ou serviço. Como: verificar as funcionalidades e possibilita uma maior visualização das informações, já que tudo se encontra em um único lugar.

Uma ferramenta de planejamento estratégico auxilia em todas as etapas do processo, além de ser complementar a outros projetos, como o plano de ação e a gestão de indicadores. Automatizar as tarefas e ações contribui com uma maior produtividade e entrega de resultados, afinal o tempo será melhor distribuído.

Enfim, esperamos que essa leitura tenha sido enriquecedora, que você entenda entendido a importância de uma boa estratégia e que possa elaborar o planejamento estratégico da sua empresa com sucesso.

Gostaríamos também de te recomendar uma planilha para que após realizar o planejamento da sua empresa, você coloque em prática o Plano de Ação. Clique no banner abaixo para adquirir agora mesmo nosso material totalmente gratuito!

Gostou desse artigo? Compartilhe.